Pesquisa personalizada

terça-feira, fevereiro 03, 2009

Popovitch apronta nos EUA

Em primeiro, Popovitch levou para casa o cheque de US$1.500
Faixa-preta destaca-se no Pro JJ Championship
Enquanto a maioria dos lutadores se preparava para o Europeu de Jiu-Jitsu, os brasileiros que moram e vivem do Jiu-Jitsu nos Estados Unidos concentravam-se no Pro Jiu-Jitsu Championship, evento que rolou entre os dias 23 e 24 de janeiro, em Nova Jersey.

Com premiações que variavam de US$ 250 a US$ 1.500, a competição atraiu feras como Lucas Lepri (Alliance NY), Pablo Popovitch (Team Popovitch), Roberto Abreu (Fight Sports South Beach) e Jorge Patino Macaco (Gold Team Fighters).

Os destaques, no entanto, foram para os faixas-pretas Pablo Popovitch, que venceu no peso leve, e Roberto Abreu na categoria +90. Popovitch venceu por pontos sua primeira luta, depois finalizou Jorge Macaco, e ganhou de Lucas Lepri por pontos.

“É sempre bom ganhar. Treino todo dia e muito, quando ganho, sinto como se a minha missão naquele dia tivesse sido cumprida. Na minha categoria, na minha opinião, estão sempre os melhores atletas. Apesar de me sair vitorioso nesse campeonato, sei que nos próximos vai ser cada vez mais difícil ganhar. Tenho que treinar mais pois meus adversários vão estudar o meu jogo e tentarão me complicar cada vez mais”, afirmou Popovitch, ao GRACIEMAG.com.

Um dos combates que o faixa-preta achou mais emocionante foi a luta contra Jorge Macaco. “Minha luta com o Macaco foi diferente do que eu previa, pensei que ele iria trocar queda comigo, mas ele me puxou para meia-guarda rapidamente. Acho que ele analisou minha primeira luta contra um wrestler, e como derrubei o wrestler em 10 segundos, preferiu tentar usar a meia-guarda para tentar me raspar. Depois que ele me puxou para meia, caí numa posição que sou muito forte e passei a guarda dele montando. Como o dojô estava muito escorregadio, perdi a montada e ficamos em pé de novo. Ele me puxou na meia guarda de novo só que dessa vez só passei a guarda. Daí ele tentou dar as costas para defender o lado. Botei os ganchos e trabalhei nas costas até pegar no mata leão”, conta Popovitch, que gostaria de dedicar a vitória à esposa Fabianna e aos dois filhos, Yurik e Alek Popovitch. “São eles que me dão a força de treinar e batalhar todo dia”.

Planos para 2009? “Já recebi meu convite pro ADCC 2009 e esse, sem dúvida, é o meu maior objetivo para 2009. Mas quero lutar o Mundial, Pan, Grapplers Quest USA Trial, e talvez um campeonato com divisão absoluta. Eu vou arriscar o Absoluto do ADCC 2009 e ver se arrumo alguma coisa lá, os grandões que se preparem” finalizou o lutador, às gargalhadas.

Fonte GracieMAG

Nenhum comentário: