Pesquisa personalizada

quinta-feira, julho 31, 2008

Alliance sobe o morro e treina com Tererê

Depois de fechar o absoluto do Rio Open com Sérgio Moraes e Gabriel Vella, o pelotão da Alliance partiu para o morro do Cantagalo, no Rio de Janeiro, para treinar com um faixa-preta que já fez história no Jiu-Jitsu, e está de volta às competições: Fernando Tererê. “Chegamos lá e o negão estava deitado, tinha alguns que nunca tinham ido lá e fomos até a famosa laje, ficaram encantados com a vista. Depois o Tio Barriga (pai de Tererê) nos autorizou a invadir o quarto do cara”, contou Élan Santiago, que deram um susto no faixa-preta.
“Ele já foi puxando o Serginho pro triângulo e chamando geral pra treinar, nem piscamos, saímos recolhendo os quimonos que vimos pela frente e descemos o morro na Kombi do cunhado, Ronaldo”, revelou Élan, que contou como foi o treino especial com Tererê. “Foi maneiro, o clima estava lindo, todo mundo animado. Tinha uma alegria nos olhos de todo mundo que estava ali. Porra, o negão tava de quimono treinando com a gente! Já começou chamando o Serginho pra guarda, treinaram uns dez minutos, depois entrou o Langhi, Batista, Leo (2 face) e fechando o treino Dimitrius”, contou Élan, que acabou não treinando com Tererê.


“Peguei o quimono do Langhi, mas ai o bichão já estava bufando, correu de mim (risos). Brincadeira, estava cansadão mesmo, pois treinou com ‘geral’ meia hora sem parar”, contou Élan, que gostou da experiência. “Depois fomos ao Bibi tomar um açaí, foi uma noite muito especial para nós! Ficou um clima de nostalgia no ar, nego dizendo assim: ‘Porra,imagina se ele voltasse a lutar, hein? Meu Deus!’”, finalizou o atleta, que reservou um presente para os fãs de Tererê: “Gravamos tudo, ficou irado!”. O resultado disso tudo, claro, você confere aqui na TATAME. Confira abaixo apenas um aperitivo do treino de Antônio Peinado com Fernando Tererê.
Fonte TATAME

VALE-TUDO na capa da revista ÉPOCA

Os princípios do Budô, uma filosofia desconhecida por muitos lutadores

Lendo textos sobre os princípios do Budô, a palavra japonesa “budo” é formado por dois caracteres o “bu” que pode ter algumas interpretações, sendo as mais aceitas “ação de valor” e “modo corajoso de viver” e somado ao “do” que significa “o caminho para a verdade”. È um importante texto que todo lutador deveria ler como objeto de estudos e reflexões. Ao ler essa filosofia de vida, começou a vir na minha mente situações que a medida que você for lendo irá certamente se lembrar também de amigos de treino e fatos que ocorreram em sua academia, ou que você já tenha ouvido falar que ocorreu em outros dojos.
Os ensinamentos do Budô deve ser estudado pelo lutador e praticado de forma ativa em seus treinos, que certamente essa prática começará a trazer resultados.Muitos dos ensinamentos do Budô são experimentados particularmente através de uma auto-reflexão e mudança de hábitos. Sempre em busca de uma melhora como lutador e de pessoa para outra pessoa aumentando em muito a qualidade do seu treino.

Em muitas escolas de artes marciais na antiguidade os iniciantes eram obrigados a decorar, ou redigir de seu próprio punho uma espécie de “termo de compromisso” com pontos ou itens básicos para poderem então entender e se desenvolver em seus estudos marciais, esses ensinamentos inclusive eram para serem praticados dentro e fora do dojo, dos ringues e centros de treinamentos.. .

Para vocês terem uma idéia do que estou falando aqui vai um pequeno exemplo. Numa dessas escolas de artes marciais, do séc. XVII os alunos aprendiam que as três proibições impostas eram as seguintes: DESISTIR, PORTA-SE MAL E SER GROSSEIRO.

DESISTIR, sentimento que devemos impedir em todos os aspectos, perseverar para vencer nossos obstáculos e dificuldades, quem não passou já por períodos em que tinha a sensação que o treino “não rendia”? Parece que não evolui, não consegue soltar o jogo e lutar bem, as posições não entram. Nesses momentos é que temos que ter garra e ir em frente. Outro ponto é PORTAR-SE MAL, que pode ser aquele cara marrento, se acha poderoso, é aquele lutador que se julga sabedor de tudo e que ninguém pode saber mais do que ele, e quase impossível aprender algo com um amigo de treino e não quer treinar com quem ele “julgue” que não esteja a altura de seu nível técnico.Hierarquia, respeito e ordem no dojo é fundamental mas existem aqueles lutadores que mudam sua maneira de tratar as pessoas de acordo com a sua faixa. E por último SER GROSSEIRO, existem lutadores que confundem treino duro com grosseria, e até por comentários desnecessários ou críticas destrutivas para colegas de treino acabando muitas vezes esses lutadores ficando sem treino e sendo bastante comum na hora do treino livre esses lutadores serem “evitados”.

A prática do Budô por nós lutadores é essencial e traz melhoras não só no individual como no coletivo em nossas academias refletindo numa melhora em todos os aspectos nos treinos.
Fonte TATAME

A boa fase de Serginho

Lutador de origem humilde mostra brilho e talento por onde passa
Não é exagero falar que o paulista da COHAB Sérgio Moraes (Alliance), mais conhecido como Serginho pelos amigos, sobrou no Rio International Open de Jiu-Jitsu, que aconteceu no útimo final semana, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Em excelente forma física, Sérgio Moraes vem despontando em sua carreira.
O primeiro feito do atleta foi ter vencido, no Mundial, Kron Gracie, filho da lenda viva do Jiu-Jitsu Rickson Gracie. Mas não é só pelo fato de Kron ser filho de Rickson que o torna um excelente lutador, evidentemente. Mas sim porque Kron tem em sua carreira nada mais nada menos que 51 finalizações. Então se trata de um adversário de respeito.
Seja no California State University ou no ginásio do Tijuca Tênis Clube, o trabalho duro e focado do faixa-preta da Alliance vem produzindo resultados e agora ele colhe o fruto de sua labuta. Depois de fechar o absoluto no sábado com o companheiro de equipe Gabriel Vella, Serginho fez bonito no domingo e venceu de Alan do Nascimento “FinFon” (Chek Mat BJJ) em uma das lutas mais disputadas do Rio Open, na categoria peso médio, reconhecidamente uma das mais difíceis.
Ambos os lutadores protagonizaram um eletrizante combate do começo ao fim. Finfon até os cinco minutos de luta fez excelente guarda e defendeu muito bem as raspagens de Sérgio, dificultando assim o jogo do paulista. A luta seguiu zero a zero até os últimos segundos, quando de repente Sérgio pontuou tentando uma movimentação nas costas de Finfon e vencendo o lutador da Check Mat por dois a zero.
"Graças a Deus venho conseguindo resultado maravilhoso o ano inteiro, mas a gente perde. Não existe invencível. Não é possível ficar sempre no topo. O importante é sempre estar forte, porque aí você vai chegando. Fiquei meio assim pra lutar esse campeonato, mas o Fábio [Gurgel] falou pra eu dar um gás. Fazia pouco tempo que tinha arrumado algumas lesões, pois estava treinando pra lutar o MMA lá fora. Mas o evento foi cancelado e daí foquei nesse campeonato aqui. Isso me deu um ânimo muito grande”, disse Sérgio Moraes ao GRACIEMAG.com.
Presente nas arquibancadas no domingo e de olho no desempenho dos lutadores de sua equipe (Alliance), Fábio Gurgel, grande incentivador da carreira de Serginho, comentou a boa fase que vive seu pupilo. “O Serginho sempre foi um cara muito duro e que agora focou mais a carreira dele nas competições oficiais. Ele vem buscando resultados, que às vezes vem dando certo pelo talento e dedicação dele. Serginho treina na academia todos os dias, isso dá uma confiança ao atleta muito grande, porque ele treina com os caras que também ganham como o Gabriel Vella, o Tarsis Humpreys, comigo, com o Cobrinha, quando ele está aqui no Brasil. Enfim, com a equipe inteira. Lá [na Alliance] temos muito material humano e isso traz confiança a eles”, explicou Gurgel, um dos fundadores da equipe.
Sobre sua luta com Finfon, Sérgio disse que queria muito enfrentar o lutador da Check Mat. “Finfon era um cara que tava ganhando tudo no peso até então e eu não tinha lutado ainda com ele. Estava querendo essa luta para saber como nosso jogo seria”, disse Sérgio, complementando: “Na Alliance tem muito faixa-preta top. Agora, é como falo pra todo mundo, a categoria médio é uma das mais difíceis que tem, senão a mais, pois são muitos caras consagrados."
Fonte GracieMag

quarta-feira, julho 30, 2008

REDBELT

DOWNLOAD:


Infelizmente só achei a legenda em espanhol. Mas dá para entender beleza. Já está sincronizada. A qualidade da imagem e do som estão ótimas. Se alguém achar a legenda em português posta aí.Abraços

TREINO DA NOITE


terça-feira, julho 29, 2008

WANDERLEI SILVA

Vemos o grande campeão, Wanderlei, no começo de sua carreira de lutador, o cabelo faz a diferença, completamente diferente do Wand atual.

Alliance sensacional no International Rio Open

Mais uma vez só deu Alliance,
Nossos atletas reinaram absolutos no ginásio do Tijuca no ultimo final de semana, o show começou na sexta feira onde os faixas marrons levaram a maioria das categorias, com Thiago Clemente, Batista, Leo e Monstro comandando o time fizemos mais de 50 pontos só nessa faixa, no Sabado tivemos a disputa do absoluto faixa preta e nao tenho palavras para descrever a atuação de nossos dois atletas, Gabriel Vella e Sergio Moraes atropelaram seus adversários e fecharam a categoria mais importante do torneio, repetiram a dose no Domingo vencendo tambem suas categorias onde foram acompanhados de nossa outra estrela Michael Langui que venceu no leve em atuação também fantástica, com isso fizemos mais 40 pontos na preta e disparamos na contagem geral para vencermos mais uma vez esse ano.

No Master e Seniors ficamos em segundo geral, com destaque para Mauricio Amaral que venceu azul master no médio e no absoluto derrotando verdadeios gigantes e lembrando a todos que jiu jitsu se faz com técnica e não com força, Stefan Merino fez o mesmo na faixa roxa senior 2, com lutas incriveis e por fim Alexandre paiva um dos lideres de nossa equipe venceu o medio senior 2 levando mais um ouro para casa.

A todos que mais uma vez competiram e defenderam nossa bandeira meu muito obrigado e meus parabens
Fonte Blog do General Fabio Gurgel

GIGI E GURGEL!


Fábio Gurgel e Gigi Paiva festejaram de todas as formas posssivéis esse final de semana no Tijuca Tênis Clube aonde aconteceu o Rio Open e o Internacional Masters e Sênior.
Gigi tirou onda e além de ajudar Fábio como técnico da equipe, ajudou também dentro do tatame conquistando mais um título para a Alliance. Dono de uma técnica impressionante, Gigi mostrou muita força e explosão. Valeu demais ver Gigi em ação e ver a alegria de Gurgel com a performance do parceiro. Gigi e Gurgel, parabéns !!!
Fonte Fight e Cia

segunda-feira, julho 28, 2008

ALLIANCE É SINISTRA



Atual campeão mundial dos médios, Sérgio Moraes mais uma vez saiu consagrado dos tatames. O faixa-preta da Alliance conquistou o peso médio e o absoluto do Rio Internacional Open de Jiu-Jitsu, que rolou simultaneamente ao Internacional de Masters e Seniors no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. No sábado, quando aconteceu o absoluto, Serginho já havia fechado o absoluto com seu companheiro de equipe Gabriel Vella e hoje recebeu a medalha de ouro no pódio. No peso, o aluno de Fábio Gurgel teve que superar dois adversários até chegar a final contra o campeão brasileiro Alan Nascimento, o Finfou (Check Mat BJJ), onde venceu por uma vantagem, conseguida a 10 segundos do fim.
Já seu companheiro de equipe, Gabriel Vella, que já havia finalizado todo mundo no absoluto, continuou arrasador no pesadíssimo e finalizou Rodrigo Rodrigues (Manimal) com um estrangulamento de gola da posição norte e sul e na final finalizou Mauro Paulino (Soul Fighters) com um estrangulamento de gola partindo do cem quilos. A Alliance ainda faturou o ouro na categoria leve com Michael Langhi, que finalizou seus dois primeiros adversários antes de chegar a final contra Rafael Formiga (Soul Fighters), onde venceu por 6x0 com uma raspagem e uma pegada pelas costas.
A ALLIANCE esse ano ja tinha conquistado o titulo por equipes no Pan, Mundial e agora leva tambem no Rio Open de JJ, e mostra que a ALLIANCE voltou ao seu lugar...
Fonte TATAME

domingo, julho 27, 2008

Alliance domina absoluto no Rio

Vella e Serginho fecham categoria no Rio Open, no Tijuca
A final está marcada para a tarde deste domingo, mas o endereço do título do absoluto faixa-preta do Rio International Open de Jiu-Jitsu já é conhecido - a sala de troféus da Alliance. "Vamos bater um par ou ímpar para ver com quem fica o ouro", brincou Gabriel Vella, que nesse sábado finalizou três oponentes para chegar a final com o companheiro de time Serginho Moraes, campeão mundial dos médios de 2008 que botou a cara no Tijuca Tenis Clube nesse final de semana: "Tem que lutar tudo. Quem se esconde atrás de título, logo perde", opinou Fabio Gurgel sobre a presença do aluno na competição.

O Rio International Open 2008 está sendo disputado em conjunto com o International Masters & Seniors, o que deixou o ginásio do Tijuca Tênis Clube repleto. Nas arquibancadas, diversos grandes nomes do Jiu-Jitsu deram as caras, como Maurição Gomes, faixa-preta e pai de Roger Gracie; Celsinho Venícius, Roberto Gordo; Michael Langhi, Kyra Gracie e o bicampeão absoluto Xande Ribeiro. Ainda nas áreas de luta, as meninas também suaram o kimono no absoluto da faixa-marrom e preta. A final entre Mariana Ribeiro (Check Mat) e Maria do Carmo (GB) ficou para amanhã, assim como todas as finais da faixa preta. No Masters & Seniors, a faixa-preta será disputada toda nesse domingo, o que promete muita emoção para quem for ao Tijuca.

Fonte GracieMag

quinta-feira, julho 24, 2008

Podium Mundial CBJJE 2008

Leitura obrigatória

Queridos amigos,
Estou a um tempo sumido aqui do Blog, mas o motivo é simplesmente muito trabalho, mas em breve terei mais tempo. Meu post hoje vai primeiro para parabenizar Reila Gracie por sua maravilhosa e indispensável obra sobre a vida do mestre Carlos Gracie, introdutor do jiu jitsu no Brasil, o livro de quase 600 paginas (que devorei em poucos dias) conta a trajetória de toda a familia assim como estórias que eu escutava de meu professor quando era criança e que viraram folclore dentro das academias de jiu jitsu em todo o mundo, contadas em detalhes e de dentro do clã, a história e o legado deixado por Carlos é fantástico. Fiquei tambem muito lisonjeado em ser citado no livro e de alguma forma dar continuidade a essa história maravilhosa que transformou e ainda transforma a vida de tanta gente, simplesmente imperdivel!!!! leiam!!!
Outra noticia é que na próxima segunda dia 28 entrará no ar meu novo site, completo com todas as minhas academias, fotos de arquivo, mais de 20 videos de lutas e aulas.
Fabio Gurgel
Fonte Blog do Fabio Gurgel

Cobrinha entre os leves

O tricampeão mundial no peso pena Rubens Charles “Cobrinha” (Alliance) confirmou sua participação no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Sem Kimono desse ano, que rola nos dias 09 e 10 de agosto no Ginásio da California State University Dominguez Hills, na cidade de Carson, e contou uma novidade ao GRACIEMAG.com: vai lutar uma categoria acima, na leve.
“Estou treinando bastante, subindo agora de categoria, indo pra a leve. Quando se sobe de categoria há várias dificuldades, mas estou treinando bem todos os dias sem kimono e espero ter uma boa performance. Como sempre digo, visando a finalização, pra soltar meu jogo e mostrar o Jiu-Jitsu arte, o Jiu-Jitsu show”, disse Cobrinha.


E com apenas dois anos de existência, o Mundial Sem Kimono parece mesmo estar fazendo sucesso entre os atletas participantes. Cobrinha, assim como outras feras já entrevistadas pelo GRACIEMAG.com, mostrou-se muito feliz em participar mais uma vez na competição, que acontece na Califórnia. Ele deseja que campeonato ganhe notoriedade e que mais lutadores se inscrevam para participar.


“O evento do ano passado foi show de bola, tive uma performance excelente. Esse ano espero estar bem melhor do que no ano passado. Quanto mais atletas estiverem participando, mais irá alavancar o evento. E pra gente que está lutando e treinando todos os dias e que quer chegar lá fazer três, quatro lutas, isso é muito gratificante. A tendência é só melhorar”, disse o faixa-preta.
Entre lutar com ou sem kimono, Cobrinha disse que atualmente tem preferido lutar sem o pano. “Hoje prefiro lutar sem kimono, porque não tem como o adversário ficar te agarrando, te segurando, travando a luta, pois você escorrega mais. A luta flui mais e você consegue chegar às posições bem mais rápido”, finalizou Cobrinha.


As inscrições para o Mundial de Jiu-Jitsu Sem Kimono estão abertas e vão até o dia 2 de agosto. A taxa de inscrição é de tarifa será de US$ 102. Vale lembrar que cada atleta receberá uma camisa do evento, própria para competição.


Simultaneamente ao Mundial será realizado o Campeonato Internacional Máster e Sênior de Jiu-Jitsu sem kimono. Os pontos serão contados separadamente do Mundial, e o evento está aberto para atletas das faixas azul à preta, com idade a partir dos 30 anos.
Fonte Graciemag.com

terça-feira, julho 22, 2008

Seminário 2008 - Elan Santiago

Esta confirmado a data - 21,22,23,24 de Agosto.
Daqui alguns dias estarei divulgando os valores, este ano vamos definir valores diferentes por faixas.
Já comecem a guardar o dinheiro pois a inscrição tera que ser feita antecipadamente.

Video do Bomba

Ae galera eu não queria por isso aqui não mas o BOMBA me imploro entao vai....

Sombrancelha - Bomba diz: Ah eu gosto que que tem....
Que exemplo em Bomba(Rafael)

Rio International Open Jiu-Jitsu Championship 2008

Já em sua primeira edição, esse evento parece que veio pra ficar no calendário do Jiu-Jitsu.
O campeonato acontecerá no Rio de Janeiro, junto com o Campeonato Internacional de Master e Senior, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, nos dias 24, 25, 26 e 27 de Julho e tera a participação das maiores e melhores equipes de Jiu-Jitsu do mundo ,e as feras como Sergio Moraes, Michael Langui, Alan Nascimento, Mario Reis, Bernardo Pitel, Bruno Bastos, Bruno Malfacine entre outros vão estar dando o show nos tatames...

segunda-feira, julho 21, 2008

NOTÍCIAS - MUNDIAL 2008 CBJJE

Na sexta-feira foi o dia dos azuis lutarem, Ciabotti,Marquinhos e a galera do Uirapuru estiveram nos tatames lutando:
Ciabotti não teve sorte e perdeu na sua primeira disputa, mas quem conhece sabe o tanto que o garoto tem talento, agora vamos treinar para os proximos...
Marquinho outro casca-grossa, entrou bastante focado passando o carro em geral sem tomar nenhum ponto, chegando ate a semi-final, em uma luta onde estava vencendo teve a má sorte de ser finalizado, conquistou o terceiro lugar, mas agora é correr atras e bola pra frente....
Marcinho aluno do Cleitão conquistou o terceiro lugar...
No sábado nos tatames entraram os roxas e marrons:
Piscina, Moises, Cleitão, Faustinho que não competia ja fazia um bom tempo e Vicente entraram nos tatames para mostrar o Jiu-Jitsu de Uberaba.
Vicente conquistou o terceiro lugar...

quinta-feira, julho 17, 2008

NOTÍCIAS - MUNDIAL 2008 CBJJE

É com grande orgulho que venho trazer essa notícia.
Rafael (Bomba), com apenas 1 mês e meio treinando, fez a inscrição no mundial e colocou a cara pra bater... Em sua primeira luta passou o carro em seu adversário fazendo 19 x 0, um placar pra marcar seu inicio de carreira no Jiu-Jitsu, já na segunda luta com a panturrilha lesionada e com pouca experiência perdeu, mas ta muito bom, parabéns Bomba só perde quem luta tenho certeza que você vai ser um grande campeão...
Família Triângulo Jiu-Jitsu.

quarta-feira, julho 16, 2008

Equipe de Leozinho em ritmo de treinos

O fim do casamento com a equipe Brasa faz parte do passado e Leozinho Vieira já vislumbra novos desafios para aqueles que o seguiram em busca de um novo caminho. O novo time ainda não tem nome oficial, já que, segundo o faixa-preta Chico Mendes, as possibilidades ainda estão sendo estudadas e verificadas para que não haja qualquer entrave jurídico.
No entanto, o ritmo não pode cair e os atletas já trabalham com o calendário de competições na mente. E um deles é o Rio International Open, competição que rola de 24 a 27 de julho, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro.
"Estamos treinando na Fight Zone e viremos com tudo para os campeonatos. Vamos anunciar o novo nome na quarta-feira que vem, dia da checagem da CBJJ. Outra boa notícia é a volta do Tererê. Ele está treinando duas vezes por dia e em breve voltará lutar os grandes campeonatos do país", informa Chico ao GRACIEMAG.com.

TODOS CAMPEÕES MUNDIAIS

MAIORES CAMPEÕES POR CATEGORIA
GALO = OMAR SALUM
PLUMA = ROBSON MOURA
PENA = ROYLER GRACIE
LEVE = MARCIO FEITOSA / CELSO VINICIUS
MEDIO = FERNANDO AUGUSTO "TERERE" / MARCELO GARCIA
MEIO-PESADO = ROBERTO MAGALHÃES
PESADO = FABIO GURGEL / ALEXANDRE RIBEIRO
SUPER-PESADO = ROGER GRACIE
PESADISSIMO = ROBERTO TRAVEN / FABRICIO WERDUM
ABSOLUTO = AMAURI BITETI / RODRIGO MADEIROS / MARCIO CRUZ / RONALDO JACARE / ALEXANDRE RIBEIRO
LUTADORES COM MAIS TITULOS, INCLUINDO PESO E ABSOLUTO
ALEXANDRE RIBEIRO / ROGER GARCIE = 6 VEZES


Entrevista com Rubens Charles Cobrinha, Fera do jiu jitsu

O tricampeão mundial Rubens Charles Cobrinha está feliz da vida. Depois de mais um ano absoluto na categoria, Cobrinha conversou com a TATAME e revelou que não pretende parar por aí e está de olho no tetracampeonato, feito que apenas Royler Gracie atingiu. Cobrinha comentou, ainda, seus combates no Mundial e sua participação no absoluto, onde encarou o pesadíssimo Rafael Lovato Jr.. Confira abaixo a entrevista exclusiva com o tricampeão.
O que achou deste Mundial? As lutas foram mais difíceis?
A cada ano o mundial vem crescendo e os espetáculos que os atletas vêm dando nos tatames é fora de série... Você não sabia para onde olhar, a cada área era um espetáculo de luta. Para mim, não tem luta fácil, todas lutas são uma guerra e, em se tratando de um campeonato mundial, todos vêm bem preparados.
O Bruno Frazzato vem chegando sempre as finais com você. Hoje ele é o seu adversário mais difícil?
Não acho que o Frazzato é o meu adversário mais difícil, tem muito mais atletas que são mais agressivos, como o Mário Reis, que chega na final e luta para frente o tempo todo buscando a finalização e não pensa em ganhar por pontos ou vantagens. Eu até prefiro lutar com atletas como ele, porque eu sei que vai ser uma luta maneira de assistir, os dois buscando a finalização.
Ele estava na sua frente no placar e você tirou uma finalização bem no final. Aparentemente ele vem te complicando cada vez mais. Como fazer para pará-lo?
Eu até acho que a luta começou bem até os quatro minutos de luta, depois eu não sei o que aconteceu. Ele estava ganhando por uma vantagem, aí a luta parou. Só um movimentava, mas enfim, temos que respeitar as limitações das pessoas. Eu acredito que, no Jiu-Jitsu que eu aprendo a cada dia com os meus atuais professores Fábio Gurgel e Romero jacaré, aonde eles me incentivam a lutar sempre pela finalizaçåo, acredito que sempre posso finalizar e que não tem luta perdida. A luta só acaba quando zera o cronômetro.
Como você se sentiu no absoluto? Já pretende se aventurar em outros?
Me senti muito bem lutando o absoluto, fiz uma luta muito boa com o Lovato. Até pareciam dois pesos penas lutando com muita movimentação, em nenhum momento ele usou força e sim mostrou ser um atleta muito técnico, vindo para a luta franca o tempo todo. Eu falo isso porque, geralmente quando um cara mais pesado luta com um cara mais leve, os caras só pensam em fazer forças. Eu até entendo, porque os caras são mais fortes, e o problema é de quem pôs a cara no absoluto, tem que agüentar as conseqüências (risos). Mas o meu elogio é porque ele me mostrou um atleta muito técnico, e não é à toa que ele esta sempre nas finais. Enquanto eu tiver o apoio do Fábio Gurgel e do Romero Jacaré, sempre que der eu estarei no absoluto. Me senti muito bem lutando o absoluto, e melhor, eu gosto de lutar gosto de estar ali, então sempre que eu tiver a oportunidade estarei no meio dos grandões (risos).
Como viu a vitória do Sérgio Moraes sobre Kron Gracie? Ele foi o nome do evento na sua opinião?
Para te falar a verdade, quando o Marcelo Alonso veio falar comigo no Mundial, eu comentei que o Serginho poderia complicar para o Kron, porque quem conhece o Serginho sabe da capacidade dele. Para mim não foi nenhuma surpresa, tanto que ele mostrou nas outras lutas. Foi impecável e, para te falar a verdade, na categoria médio todas as lutas eram uma final. Os atletas da médio deram show, eram só finalizações. Para mim ele foi o nome do evento, era só olhar a categoria médio, só lutão.
Quais são seus planos para o próximo Mundial? Tentar o tetra ou subir de categoria?
Os meus planos para o próximo Mundial e lutar como se fosse o primeiro, até porque novos atletas subirão de faixas, então os desafios continuarão. Com certeza eu vou tentar o tetra no pena, talvez 2009 seja meu último ano competindo de quimono, depois eu vou me dedicar só ao MMA, mas pode ter certeza que eu deixarei um sucessor na categoria pena o nome dele é Michael Langhi. Tenho certeza que ele representará à altura a categoria, ou melhor, acho que ele vai dominar a categoria. Já está tudo certo!
Como espera igualar o feito do Royler?
Da melhor forma possível, espero fazer uma boa campanha e, se possível, finalizando as minhas lutas. Uma coisa é certa: vou treinar muito para isso e igualar o feito do Royler não tem palavras... Ele é uma lenda do Jiu-Jitsu.
Quem é o número um do Jiu-Jitsu atualmente, o Roger ou o Xande?
Esse ano, para mim, foi o Xande, sem duvidas, ainda mais sendo mais leve. Ainda vamos ver muitos tira-teimas entre o Roger e o Xande...
Já tem planos para estrear no MMA?
Por enquanto não tenho nada certo, pintaram algumas coisas, mas ainda não acertamos nada.
Quem você gostaria de enfrentar e em que evento você gostaria de lutar?
Eu quero lutar com os melhores e é difícil citar um nome, até porque, no MMA, eu vou estar começando e quando você começa precisa começar do primeiro degrau. Vontade de lutar eu tenho, mas são tantos atletas bons que é melhor deixar as coisas acontecerem. Sobre o evento, independente de qual seja, o importante é fazer uma boa negociação.




Fonte: Tatame

ENTREVISTA COM FÁBIO GURGEL

*Quando você começou no Jiujitsu e com quem ?

Comecei aos 13 anos com o professor Toninho, treinei lá por quase um ano e fui para o Jacaré


*Antes da faixa preta, que luta mais te marcou ?
O primeiro titulo na faixa azul, contra Jesse Rodrigues


*Quando e de quem você recebeu a sua faixa preta ?
Recebi do meu mestre Romero Jacaré em outubro de 1989


*Cite duas lutas que te marcaram na faixa preta ?
Foram várias mas a final do Mundial contra o Murilo em 96, e a contra o Amaury na copa Nastra onde venci por 16 x 0 foram incriveis


*Quem você considera que tenham sido seus maiores adversários no Jiujitsu ?
Amaury Bitetti sem duvida


*Eu considero sua luta contra Mark Keer um divisor de aguas no MMA , qual a sua reflexão a cerca daquela luta ?
Hoje vejo aquela luta como uma das principais “vitórias”da minha carreira onde eu me conheci realmente como lutador


*Você é o coordenador técnico da Mo Team League, qual o seu balanço após essa primeira etapa ?
Acho que acertamos a mão porém temos muito ainda para ser feito, varios pontos a melhorar e estruturar a liga para que ela possa ter continuidade

*Que mais te agradou ?

A resposta do publico, e a satisfação dos atletas que participaram


*O que você espera do encontro de Avalanche (Minotouro) e Tsunami (Pedro Rizzo) ?
Imprevisivel, só espero que tenhamos grandes lutas e que vença o melhor na noite de 29/09


*Qual a importãncia de ter a B-Tough nessa organização ?

A B-tough faz um trabalho primordial para qualquer evento de MMA, são várias coisas a se pensar para que o show saia da maneira correta, e o operacional da parte técnica estamos muito bem amparados pela B-tough


*Você lançou seu livro, faça sua avaliação e teremos outras publicações suas ?
Estou sempre procurando dar mina contribuição ao jiu jitsu de várias formas , tenho sim um novo projeto literário mas ainda demora um pouco...


*Um dos fatores marcantes que eu percebi ao conhecer alunos seus ( como o Rubens Charles,o Cobrinha ) e outros que trabalharam na Mo Team League, é a educação, a sua escola prima principalmente pelo quê ?
Tenho muito orgulho de meus alunos , são meu maior tesouro, minha academia tenta ser uma escola onde os valores morais são lembrados, e ser bom, gentil, educado é condição básica para se ser um verdadeiro campeão, é nisso que acredito e acho que eles se espelham nessa ideia


*Deixe aqui uma mensagem para os acessantes do FighteCia e fique a vontade para seus agradecimentos, o espaço é seu.
Obrigado pela oportunidade de estar falando com seu publico , e minha mensagem é para que todos trilhem seu caminho com esforço e honra, o resto é uma questão de tempogrande abraço
Fabio Gurgel
Entrevista feita Quinta-feira, Agosto 16, 2007

domingo, julho 13, 2008

Ginástica Natural

A Ginástica Natural é uma alternativa para quem, de certa forma, gostaria de melhorar seu rendimento na prática de artes marciais. A modalidade engloba técnicas de alongamento e flexibilidade do hatha-yoga e o trabalho de chão do jiu-jitsu. Vítor Belfort, Murilo Bustamante, Fernando Margarida e, recentemente, BJ Penn já aderiram a esta prática.
Diferente do que parece, a GN não se limita em imitar a forma de locomoção dos animais. A nomenclatura utilizada – águia, aranha, gorila, tigre - remete as criaturas pela semelhança aparente que alguns movimentos possam ter com os bichos. Atualmente existem no Brasil 16 profissionais licenciados pelo criador da técnica, Álvaro Romano, a lecioná-la. O educador físico e instrutor habilitado de GN Marcos Omar explica quais são as melhorias propostas pela prática deste exercício. “ A técnica existe há mais de 20 anos e melhora a força, a flexibilidade, agilidade, coordenação motora e resistência do praticante. Os exercícios de solo são adaptados do jiu-jitsu”.
Apesar da enorme lista de benefícios que a prática da Ginástica Natural acarreta, no Brasil, a técnica ainda não é muito difundida. Segundo Marcos, a modalidade, ainda que 'engatinhando', promove diversos encontros e confraternizações entre os praticantes. “No Brasil ainda não é tão conhecido”. No entanto, A GN já ocupou espaço na revista americana Grappling Magazine, no periódico italiano Corriere dello Sport e já teve aulas ministradas junto com um torneio de submission organizado pela família Gracie na “Arnold Schwarzenegger Classic”, um dos maiores eventos esportivos do mundo.
Para saber mais sobre locais de prática, como funcionam as aulas ou até mesmo como se tornar um instrutor de Ginástica Natural acesse www.ginasticanatural.com.br .

Musculação para atletas de Jiu-Jitsu

Olá, nesta postagem farei um breve resumo de como deve ser baseado o treino de musculção para atletas do jiu-jitsu.
Pré-temporada :Trabalho de musculção básico com maior volume, com exercicios básicos da musculação objetivando a hipertrofia, força.
Próximo a competições :Trabalho de musculação com mais intensidade(para aumentar a resistencia ao lactato), trabalho em forma de circuito, nesta fase tem que se analisar o jiu-jitsu e a forma com o atleta luta(guardeiro ou passador,etc.) para que assim monte um treinamento baseado na forma de lutar do atleta.
Espero que ajudem vocês...
Fonte Treinamento para Lutas

TA CHEGANDO...

Galera reta final, esta chegando o grande momento de por em prática tudo o que foi treinado, últimos dias para tirar as dúvidas ...

Boa sorte a todos.



sábado, julho 12, 2008

Enquete Julho 2008

Quem é o mais dejeto da academia hehehe?


A- Marcelão
B- Marquinho
C- Willian
D - Ciaboti
E- Faustinho
F- Bomba
G- Boca
H- Marcelo Paulista

Os que estão em negrito tem pontos extras....

Votem

LINKS

GracieMag - www.graciemag.com
Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu - www.cbjj.com.br
Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo - www.cbjje.com.br
Federação Paulista - www.fpjj.com.br
Federação do Estado de São Paulo - www.brazilianjiujitsu.com.br
Federação do Centro-Oeste - www.cojj.com.br
Fabio Gurgel - www.fabiogurgel.com.br
Fabio Gurgel Blog - www.bloglog.globo.com/fabiogurgel
Alliance Cohab - www.cohaballiance.com
Alliance Atlanta - www.alliancebjj.com
Alliance Canada - www.alliancebjj.ca
Alliance Boise - www.jiujitsuboise.com
Alliance Cleveland - www.alliancecleveland.com

Alimentação para maximizar a performance

A nutrição tem um papel importante no desempenho atlético. Porém, muitas pessoas ativas não têm uma dieta que as ajudem a maximizar sua performance. Sem uma nocão básica de nutrição, engolir um comprimido parece mais fácil do que planejar um cardápio balanceado.. Na realidade, não há comprimido ou porção que possa melhorar sua performance, mas a ingestão adequada de alimentos e líqüidos ajuda e muito a aumentar a capacidade e resistência do organismo.
Ingerir a quantidade adequada de calorias é um dos pontos-chave para uma dieta ergogênica ou que melhore a performance, satisfazendo as necessidades de macro-nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras) e micro-nutrientes (vitaminas e minerais).
Com poucas calorias, você se sentirá fraco e fatigado e, conseqüentemente, ficará mais suscetível a lesões.Cada refeição deve conter um equilíbrio de proteínas e carboidratos necessários para que você retire o máximo de desempenho nas suas sessões de treino. O corpo necessita de qualidade de combustível para fornecer energia.
A partir de agora, imagine seu prato de comida dividido por três. Uma parte deve ter uma fonte de proteína de baixa gordura (carne, frango ou peixe), outra deve ser constituída de carboidratos (pães, massas, cereais, grãos e frutas) e a última porção, deve ter vegetais ricos em fibras (legumes e verdures).A água é a ajuda ergogênica final, porém como o organismo tem um mecanismo de sede ruim, você deve beber água antes de sentir sede, pois a sede é um sintoma de que o organismo já está desidratado e portanto, sua performance será prejudicada.
Na luta, o momento certo para se hidratar, seria várias vezes durante o dia e logo após os treinos, mas nunca durante. Para que você se hidrate corretamente e leve mais energia para seus músculos (afinal, 70% deles são constituídos de água) faça o seguinte: multiplique seu peso corporal por 45 (somente atletas, lutadores), as demais pessoas por 38 e então você saberá quanto deverá ingerir de água diariamente. Por exemplo: um lutador que pesa 85 kg, deve tomar 3,8 litros.
Depois do exercício, reponha cada 0,5 kg perdido durante a atividade física com pelo menos dois copos de líqüídos.Esta simples formula lhe dará, com certeza, um melhor rendimento nos treinos e também a recuperação adequada ao corpo nos períodos de descanso.

CURIOSIDADE: 500 ML DE AÇAÍ, EQUIVALEM, CALORICAMENTE, A CINCO PRATOS DE MACARRONADA!!

Alguns Golpes

Horários


LOCAIS PERMITIDOS PARA OS PATCHS

Regras de pontuação

Queda
2 pontos. Todo inicio de luta, os adversários iniciam em pé e o que conseguir derrubar o outro marca os pontos.

Passagem de guarda
3 pontos. Quando você está ajoelhado entre as pernas do adversário (que está com as costas no chão), você está na guarda dele. Se conseguir sair da guarda e ficar em posição lateral de imobilização, o ponto é seu.

Raspagem
2 pontos. É quando você está por baixo, e consegue ir para cima, botando o oponente para baixo.

Joelho na barriga
2 pontos. No momento que você está imobilizando o oponente e estando com dificuldades de montar ou trocar de posição, poderá colocar o joelho na barriga do adversário para que ele lhe de chances de montar, dar arm-lock, e etc.

Montada
4 pontos. Quando o oponente está totalmente com as costas no chão e você em cima da barriga dele, com os dois joelhos no chão, isso se chama montada.

Pegada pelas costas
4 pontos. Se você pegar o adversário por trás, e conseguir botar os ganchos (seu pé vai na coxa dele), ganha 4 pontos.

Finalização
Acaba a luta Quando é encaixado um golpe e o oponente não consegue sair de maneira nenhuma, e o fim da luta pois a saída dele é bater com a mão ou com pé 3 vezes no tatame ou até gritar caso estejá completamente imobilizado.

CHAVE DE PANTURRILHA


VIDEO MOTIVAÇÃO

AUMENTE SUA AUTO-ESTIMA KKKK

Maior revelação do Mundial 2008

Esse video ficava passando no telão no campeonato

World Jiu Jitsu Championships 2008 by BudoVideos

VIVA O JIU-JITSU

quinta-feira, julho 10, 2008

Treino CANCELADO

Ae galera o treino das 11:00 do dia 11 de Julho foi cancelado, desde ja agradeço....

sexta-feira, julho 04, 2008

PICO DA FRUTA

Ae galera, se estiver afim de saborear um delicioso picolé, da uma passadinha no PICO DA FRUTA na Avenida Santa Beatriz próximo ao COC, vários sabores feito especialmente para você!!!

quinta-feira, julho 03, 2008

Kimonos

Ae galera, estamos pedindo Kimonos, quem estiver precisando falar com Vicente.
Este é o site dos Kimonos:

FABIO GURGEL

Fábio Gurgel (cidade do Rio de Janeiro, 1973) é um lutador e professor de Jiu-jitsu brasileiro, dos mais respeitados nomes da história do Jiu-jitsu e das lutas em geral. Conheceu o Brazilian jiu jitsu aos 13 anos de idade como aluno do professor Romero "Jacaré" Cavalcanti e recebeu sua faixa-preta com 19 anos em 23 de Outubro de 1989. Atualmente Fábio possui o 4º DAN da faixa preta e é considerado um dos lutadores mais técnicos do jiu jitsu.

Fábio é um dos fundadores da
Alliance Jiu-Jitsu equipe três vezes campeã mundial. Também participou de vários eventos de Vale Tudo, obtendo grandes vitórias. Como professor treinou estrelas como Marcelo Garcia, Fernando "Tererê" Augusto , Tarsis Humpheys, Rubens "Cobrinha" Charles entre outros.

Títulos
4 vezes Campeão Mundial Adulto: 1996, 1997, 2000 e 2001
3 vezes Campeão Brasileiro: 1994, 1995 e 1996
3 vezes Campeão Brasileiro por Equipes: 1995, 1996 e 1999
3 vezes Campeão Carioca: 1994, 1995, 2000
5 vezes Campeão Mundial Master: 2002,2003,2005,2006,2007
Fonte wikipedia

LUTA MAIS BONITA DA HISTÓRIA

video

Leozinho vs Charuto

Treinamento funcional: o que é?

Segundo Paul Chek, o maior propagador do treinamento funcional no mundo, “Você precisa treinar em padrões espelhados na própria vida”. Mas, como assim?
Nós explicamos.
Ao invés de treinar os músculos individualmente, os exercícios funcionais trabalham os três planos de movimento básicos do esporte (rotacional, lateral, da frente para trás) para recrutar grupos musculares inteiros, tornando seu treinamento em pé, e não sentado. Ao ter de manter seu equilíbrio enquanto move pesos você fortalece seu core, um grupo de músculos que abrange os glúteos, a musculatura lombar e os abdominais - uma espécie de eixo do corpo. Um core sólido é indispensável para transferir potência e força da parte inferior para a parte superior de seu corpo - como quando você levanta uma mochila de 30 quilos para colocá-la nas costas - ou vice-versa. “Se o seu core for deficiente”, diz Chek, “de nada adianta braços e pernas fortes, porque eles não terão onde se ancorar”.
Outro grande benefício deste treinamento é que ele considera as peculiaridades de cada modalidade esportiva para a elaboração de seu plano de exercícios.

HIERARQUIA DE FAIXAS


Fonte FJJRIO

terça-feira, julho 01, 2008

Os Atletas da ALLIANCE Cobrinha ,Lucas Lepri e Tarsis Humphreys se deram muito bem no Grapplers Quest


No ultimo sábado dia 28 aconteceu em Morristown, New Jersey o Grapplers Quest .O evento reuniu os melhores lutadores de MMA, Jiu Jitsu, Submission entre outras modalidades para selecionar e premiar os melhores Grapplers. Rubens Cobrinha foi o campeão no lightweight , Lucas Lepri no welterweight e Tarsis junto com Lucas fecharam o absoluto.Na foto Cobrinha comemora a vitória.

Olha o Maurão ai Galera!!!


Google dos Baianos

Aumente o som...

Do Jiu-jitsu ao MMA


A campanha vitoriosa da Alliance

Em êxtase com o título mundial por equipes, Romero Jacaré e o “general” Fábio Gurgel comemoraram bastante a campanha vitoriosa da equipe no 13º Mundial de Jiu-Jitsu, que rolou em junho na Califórnia, Estados Unidos. “Repetimos a campanha vencedora do Pan-Americano desse ano, mas no Mundial fomos ainda mais arrasadores e nossos atletas desfilaram o mais fino Jiu-Jitsu”, comemorou o líder da Alliance, que desbancou a favorita Gracie Barra e deixaram a Terra do Tio Sam com o ouro.Confira na Revista TATAME 148 a cobertura completa.

Rickson Gracie, de pai para filho.(ENTREVISTA)

"O tempo varia conforme as necessidades de cada um. O importante é aprender a confrontar o estresse e melhorar, sempre, como ser humano. Vejo muita semelhança entre a luta e a vida. Uma grande sabedoria é saber transferir tudo que se aprende na luta, para a própria vida". (Rickson Gracie)

"As artes marciais tornam-se um alicerce para que a pessoa consiga desenvolver o seu máximo em todas as áreas; além da espiritualidade e auto-confiança. Senso de superação das limitações é fundamental para a formação de um homem". Foi assim que começou a entrevista, ou melhor o bate-papo com Rickson Gracie e seu filho, Kron, à Revista Faixa Preta.

Morando em Los Angeles há dezoito anos com seu filho, que atualmente é faixa marrom, Rickson acompanha; apóia e incentiva o filho nessa carreira. Kron não esconde o desejo de, um dia, ingressar no Vale-Tudo. Na América, Rickson tem sua academia e Kron, além de treinar muito e competir, também dá aulas de jiu-jitsu.

Com um cartel de onze lutas e onze finalizações (no último mundial e no campeonato da CBJJO), Kron contou, que sempre buscou o jiu-jitsu e não a finalização. "Gostei de honrar minha família. Eu luto do jeito que luto, busquei a posição e a finalização veio."

Que lutador não gostaria de ter um pai como Rickson Gracie? Como se sabe, muitas vezes, a relação entre pais e filhos não é nada fácil. Rivalidades à parte, no caso da família Gracie, a criança já nasce, praticamente, no tatame e por questões de tradição, antes mesmo de aprender a andar, já começa a treinar. Perguntei ao Rickson se ele costuma resolver divergências com o filho sob os tatames e ele respondeu: Não, de jeito nenhum (risos!). Os problemas são resolvidos através do diálogo.

"A minha expectativa, em relação ao meu filho, é silenciosa. É preciso respeitar as escolhas dele. Eu teria que aceitar se ele tivesse resolvido, por exemplo, ser músico ou escolhesse outra profissão. A gente procura dar de melhor aos filhos, para que vivam suas próprias vidas", afirmou Rickson. Mas pelo visto, Kron resolveu seguir mesmo os passos do pai: "eu treino e surfo; trato meu pai como pai e acho horrível perder pra ele, mas existe um sentido de ajuda mútua." Quando foi indagado sobre se era uma boa idéia fazer o mesmo que o pai faz, ele disse: "sempre quis fazer o que meu pai fazia e minha família também".Entrevistá-lo, na ocasião desta entrevista ambos estavam no Brasil, é um prazer quase inenarrável. Um ícone da luta; um samurai; um ídolo pra muita gente? Certamente. Mas um fato muito curioso é que na família ninguém foi obrigado a treinar. Segundo Rickson, o jiu-jitsu é apaixonante devido a noção de auto-conhecimento que ele proporciona. Para ele, a beleza do jiu-jitsu é que você não consegue se esconder, pois ele te expõe. "É uma conferência única, você conseguir expor o melhor de si. O jiu-jitsu funciona como um medidor", declarou.

Ao falar sobre espiritualidade, Rickson mostrou-se super a favor do desenvolvimento espiritual. Em sua opinião, para que o lutador seja completo é preciso haver um crescimento na parte filosófica e espiritual. A combinação é complexa e estratégica. Uma coisa é certa, com a modernidade os treinamentos dos competidores estão muito eficientes, mas é preciso juntar as coisas: a parte técnica, filósofica e espiritual.

Rickson foi um dos precurssores do jiu-jitsu, nos Estados Unidos, e um dos responsáveis pela popularização do esporte. Para ele, a abertura internacional foi extremamente natural e quando vê o crescimento que o jiu-jitsu vem conquistando, se enche de orgulho e declara que tudo isso está dentro de suas expectativas. Já tendo lutado vários vale-tudo, Rickson não nega a superioridade do jiu-jitsu em relação à outras artes.Quando perguntado sobre a idade, Rickson foi incisivo: "Estou muito novo para continuar aprendendo e velho o suficiente para saber alguns truques". E em relação ao Brasil e brasileiros foi enfático ao dizer que adora o Brasil e que o brasileiro é muito espontâneo e talentoso.

Tanto filho quanto pai, são adeptos de uma alimentação de qualidade e afirmam que fazem, em média, de seis a sete refeições por dia. "Como muito e muitas vezes ao dia e a quantidade é grande mesmo", afirmou Kron. Para seu pai, que é adepto da dieta Gracie, porém com algumas adaptações, é preciso respeitar seu corpo e procurar alimentos que sejam importantes para o seu metabolismo.

Rickson acredita que as artes marciais, em geral, são excelentes para o ser humano e que é de fundamental importância para tornar a pessoa mais equilibrada; confiante; tolerante. Ou seja, as decisões que precisam ser tomadas, são mais bem acertadas. Quando foi perguntado sobre a idade para começar a treinar jiu-jitsu, ele foi categórico: "Não existe regra para começar. O tempo varia conforme as necessidades de cada um. O importante é aprender a confrontar o estresse e melhorar, sempre, c omo ser humano. Vejo muita semelhança entre a luta e a vida. Uma grande sabedoria é saber transferir tudo que se aprende na luta, para a própria vida", declarou o mestre Rickson.

Sem sombra de dúvidas, todo mundo sabe que para ser um atleta é preciso paciência; persistência; garra; força de vontade e outras coisas mais, como uma ajuda da genética e disposição para não esmorecer. Mas para Rickson Gracie, as artes marciais aumentam o senso de fraternidade de cada um. Não é novidade para ninguém, que ele adora o surfe e pratica também exercícios de força como musculação, além de gostar de nadar; correr; alongar e praticar yoga.
No mais, fica a mensagem e a lição de quanto vale a participação de um pai na vida de um filho. Acompanhar; escutar e saber das dificuldades dos filhos deveria ser obrigação de todos o pais. Quando se fala que dinheiro não resolve tudo, etc., etc., podemos perceber que vale mais um bom exemplo a ser seguido que qualquer coisa que o dinheiro pode comprar. E isso, com certeza, esse paizão tem de sobra: amor enorme pelo filho e vice-versa.

Livro - Carlos Gracie: O criador de uma dinástia

Criador de uma das maiores dinástias mundiais, o patriarca da família Gracie, Carlos Gracie, responsável por 21 filhos entre eles Carlson, Carlinhos e Robson Gracie, além de seu irmão Hélio Gracie, que criou o Gracie Jiu-Jitsu, terá a sua trajetória contada no livro: “Carlos Gracie: O Criador de uma Dinastia”, da editora Record. Após cinco anos de pesquisa e estudos sobre seu pai, Reila Gracie, mãe de Roger Gracie, o maior grappler da atualidade, termina uma obra que ira perpetuar, por se tratar de grande importância para o Jiu-jItsu. O lançamento do livro será no próximo dia 7 de julho às 19h na Escola de Artes Visuais do Parque Laje, na Rua Jardim Botânico, 414, no Rio de Janeiro.

SANTIAGO vs QUEXINHO

Venho aqui trazer essa noticia de ultima hora, quer quizer saber sobre esse romance sincero que à dentro dos tatames e fora dele pergunte ao Marquinho ou Vicente. É lindo esses dois hehehehehe