Pesquisa personalizada

terça-feira, dezembro 28, 2010

Fonte Fabio Gurgel

Peinado trabalha o gás com Alejarra de olho nos títulos

Antonio Peinado venceu em 2010 eventos como o Brasileiro de Equipes e o Brasileiro Sem kimono, além de ter subido no pódio do Europeu, Pan e Mundial. E a preparação já começou para a próxima temporada, a começar pelo Europeu de Jiu-Jitsu.

Em 2011, Peinado deve voltar a categoria superpesado e, para estar nas melhores condições físicas, o faixa-preta vai contar com o trabalho do preparador Rafael Alejarra.

“Nos conhecemos melhor na Bahia, quando ajudei nos treinamentos do Demian Maia, e ficamos muito amigos. Ele vai me ajudar para estar na melhor forma nas competições em 2011”, conta Peinado ao GRACIEMAG.com.

O lutador explica como vai ser o trabalho.

“Fizemos um projeto bem legal. Quando estiver em São Paulo, ele me manda o trabalho por e-mail e nos falamos para esclarecer qualquer dúvida. Mas em fevereiro ou março já devo estar nos EUA para o Pan e depois o Mundial. Lá, trabalhamos juntos na MMA Conditioning. Toda vez que estiver nos EUA para algum evento, trabalho com ele lá”, diz.
Fonte GracieMAG

Barral se prepara para voltar e lista os seus favoritos

Rômulo Barral fazia, neste ano, um excelente Campeonato Mundial até contundir o joelho na final da categoria meio-pesado, em luta contra Tarsis Humphreys. Além de ter de abandonar o combate, Barral não pôde lutar a final do absoluto, quando enfrentaria pelo segundo ano seguido Roger Gracie. Depois disso, uma cirurgia e a rotina com sessões de fisioterapia.

Cheio de projetos para 2011, Barral comenta as expectativas e diz quais lutadores mais gosta de ver lutar atualmente.

Como está o joelho, 100% recuperado?
O joelho, graças a Deus, está a cada dia melhor. Mas ainda falta um pouco para ficar 100%.

Como estão os treinos então?
Estou voltando a treinar, ainda estou num ritmo lento. Mas o trabalho aqui nos EUA está ótimo. Estou abrindo a minha academia, outra Gracie Barra. Estive trabalhando muito nesses últimos meses, dando vários seminários. Foi uma turnê de três meses, de muito trabalho, em várias cidades por aqui.

Qual a expectativa para as competições em 2011, luta em quais eventos?
A expectativa é de voltar a competir o mais rápido possível. Quero estar em todas as principais competições, Pan, World Pro e Mundial, além do ADCC. Para mim é uma diversão, adoro competir e o mais importante agora é isso, voltar.

A nova geração da Gracie Barra tem você como referência. O que acha disso?
Fico satisfeito, é o reconhecimento de um trabalho duro que tenho feito. Sou uma pessoa que corre atrás de estar sempre melhorando em todos os aspectos como atleta e é legal ter esse reconhecimento da galera da nova geração. Espero que saiam atletas muito melhores do que eu nessa nova safra. Isso só depende da força de vontade deles.

Atualmente, quais são os seus lutadores favoritos? Quem você gosta de ver lutar?
Tenho vários favoritos. Gosto muito de apreciar o bom Jiu-Jitsu, mas vamos aos favoritos. Gosto do (Charles) Cobrinha , Bráulio Estima, André Galvão e do Samuel Braga. Agora, uma galera que gosto muito de assistir, que prestei muita atenção neste ano, foi o Rafael Mendes, muito bom esse garoto; Rodolfo Vieira, um atleta muito difícil de ser batido que tá lutando muito; o Gilbert Durinho, Michael Langhi e o Claudio Caloquinha mandaram muito no leve; e o Pablo Silva vem mostrando muita evolução. Essa galera está de parabéns, estão mandando muito.

Alguma novidade para este novo ano?
A maior novidade será mais uma filial da GB com o professor Rômulo Barral. Ela será aberta muito em breve. Também pretendo trazer uma galera aqui para fazer um camp na minha academia, uma turma de Belo Horizonte, o Pablo Silva, Claudio Matos “Caloquinha”, Augusto Cezar “Tio Chico” e o Felipe “Preguiça”, entre outros. Se tiver alguém interessado é só entrar em contato comigo, que vai ser bem vindo. A única coisa que precisa trazer é muita disposição!
Fonte GracieMAG

Celsinho trata lesão, mas espera as pedreiras do leve em 2011

Aniversariante do dia, Celsinho Venícius tem mais um obstáculo na busca dos grandes títulos. O lutador planeja disputar os principais eventos da temporada 2011, mas antes tem que cuidar de uma lesão no tendão do ombro.

“Estou machucado, fazendo fisioterapia. Tento me recuperar de uma lesão, mas, se não melhorar em seis semanas, terei de operar. Então acho que o início de ano vai ser mais devagar para mim”, conta ao GRACIEMAG.com

No entanto, a confiança é grande e a fase não poderia ser melhor. Além do aniversário, a esposa está grávida de oito meses e Celsinho está empolgado para os desafios da próxima temporada.

“Não vou poder participar da seletiva para o World Pro, como queria, mas espero me recuperar a tempo de lutar em Abu Dhabi. Já tenho a passagem e quero ir. Além disso, com certeza quero o Mundial. São essas as competições que tenho mais em vista agora. Tenho aquela pilha ainda de estrear no MMA, mas, para isso, preciso me organizar. Estou treinando, de leve, e vai dar tudo certo.”

Sendo assim, o professor da Ryan Gracie, em São Paulo, deve se encontrar novamente com as pedreiras do peso leve.

“Permaneço no leve e é aquele negócio: toda luta é uma final. Temos aí mais em ascensão no momento o Michael Langhi e o Gilbert Durinho, mas me preocupo com todos. Espero que toda luta seja uma decisão, mesmo, e pretendo ganhar todas”, encerra.
Fonte GracieMAG
Acho que voce se esqueceu do Lucas Lepri!!!

domingo, dezembro 26, 2010

Titans

Drysdale se aventura pela Oceania e treina até com time de rugby

Robert Drysdale fez recentemente um tour pela Oceania, onde pôde ensinar um pouco das suas técnicas de Jiu-Jitsu.

Na West Coast australiana, na The Arena Mixed Martial, a fera ficou por oito dias. Além dos seminários, o nosso GMA aproveitou para treinar com os jogadores do Westcoast Eagles, um dos times de rugby mais tradicionais do país, tendo ajudado no programa de grappling da equipe.

Depois disso, o faixa-preta passou por Melbourne, na Dominance Mixed Martial Arts, onde ficou por seis dias e pôde experimentar a carne de canguru.

A próxima parada foi na Nova Zelândia, a cinco horas de voo. Por lá foram mais dois seminários na GSW Martial Arts Wellington e um passeio panorâmico de helicóptero. De volta à Austrália, o teinador de feras como Frank Mir ainda esteve em Brisbane, na Sassom Fitness, e Sydney, na Sinosic Perosh Martial Arts.

“Todos na Austrália e Nova Zelândia foram muito hospitaleiros. Foi muito legal e já penso em voltar no próximo ano. O Jiu-Jitsu está progredindo rapidamente nos dois países e foi uma surpresa agradável ver o nível que eles estão. Recomendo a todos as academias por onde passei e, lógico, a aproveitar as coisas incíveis que esses países têm a oferecer”, comenta Drysdale.

Fonte GracieMAG

Jiu-Jitsu ajuda deficientes na Austrália

Do outro lado do mundo, em Sydney, na Austrália, a TP Gym vem fazendo um notável trabalho com deficientes mentais da Sylvanvale Foundation, mas o trabalho apenas começou, já que a equipe engajou no projeto há pouco mais de três meses. Na primeira apresentação de Jiu-Jitsu que a equipe levou, o número de parentes dos jovens deficientes já era grande.

“Confesso que, ao mesmo tempo em que fiquei feliz pelo reconhecimento, me peguei surpreso, por não ter noção da dimensão que esta simples sessão semanal se tornou algo bastante importante na vida deles. Todos priorizaram esta sessão em suas agendas e ficam muito empolgados quando chega terça-feira, dia do treino”, conta Rodrigo Iano, em e-mail enviado
à redação da TATAME.

“O Jiu-Jitsu tem desenvolvido a capacidade motora e mental dos garotos, algo que é bastante admirado pelos outros funcionários. Sempre repetimos os movimentos feitos nas aulas anteriores e todos conseguem lembrar, algo que e muito difícil de acontecer nesse tipo de deficiência mental. Além disso, todos respeitam as leis do tatame, como sempre cumprimentar antes de entrar, não pisar com tênis no tatame e sempre que precisar sair pedir ao professor”, conta, orgulhoso com sua pequena grande ação.

“Pequenos detalhes como estes têm se tornado grandes vitórias para esses garotos e isso tem sido mais uma prova que o nosso esporte e aberto para todas as pessoas, sem preconceito e racismo, que dentro do tatame todos somos iguais e formamos uma grande família”, conclui Rodrigo.
Fonte TATAME

sexta-feira, dezembro 24, 2010

Num encontro marcante, pupilos lembram Carlson Gracie


Biteti/Sergio Souza Bolao / Wallid

Nesta quinta-feira, se reuniram alguns amigos de longa data que por anos representaram a academia e o mestre Carlson Gracie. A história fez com que, com o passar do tempo, alguns tomassem novos rumos, mas a lembrança do mestre e os anos vividos na sala da Figueiredo Magalhães, em Copacabana, jamais serão esquecidos ou apagados.

A academia Nova Geração, no Leblon, foi o ponto de encontro. Mestre responsável, o faixa-preta de Carlson Francisco Toco não esteve presente, pois está nos EUA. No entanto, compareceram graduados como Amaury Bitetti, Wallid Ismail, Bebeo Duarte, Sergio Bolão, Marcus “Parrumpinha”, Marcelo “Playmobil”, Ari Galo, Vinicinho Cruz, Vauvenargues Marinho e tantas outras figuras da academia, como Vitor Dórea, “Skinhead” e Carlinhos “Passa Fome”, entre outros.

O pessoal aproveitou para ensinar técnicas, dar uns treinos e não faltou gozação. Um dos momentos mais festejados foi a chegada de Wallid, meio atrasado. Ao lado de Bitetti – ambos organizam shows de MMA -, todos foram ao delírio com a pilha: “Afinal, qual o melhor evento, Bitetti Combat ou Jungle Fight?!”, disparou Rafael Dias, para todos seguirem rindo antes de qualquer resposta.

Também teve graduação. Bebeo entregou a faixa-preta para Fausto Iglesias, que competiu muito pela Carlson. Outros receberam a marrom. Gláucio Motta, das mãos de Parrumpinha, e Beto Satã, de Ari Galo.

Ano que vem tem mais!



This Thursday, some old friends who represented Master Carlson Gracie’s academy had a get-together. As time went by, some went in different directions, but the memory of the master and the years lived together on Figueiredo Magalhães Road in Copacabana shall never be erased.

The academy Nova Geração in Leblon was where the meeting took place. The Master responsible, black belt Carlson Francisco “Toco” wasn’t there, as he was in the USA. However, black belts the likes of Amaury Bitetti, Wallid Ismail, Bebeo Duarte, Sergio Bolão, Marcus “Parrumpinha”, Marcelo “Playmobil”, Ari Galo, Vinicinho Cruz, Vauvenargues Marinho and a number of other from the academy, like Vitor Dórea, “Skinhead”, and Carlinhos “Passa Fome” among others.

The folks took the chance to teach techniques, have a few rolls, and there was no lack of horsing around. One of the most celebrated moments was the arrival of Wallid Ismail, a bit late. Next to Bitetti – both promoters of MMA events –, everyone went wild: “So which is the better event, Bitetti Combat or Jungle Fight?!” inquired Rafael Dias, bringing everyone to laughter before an answer could arise.

There was also a promotion. Bebeo handed a black belt to Fausto Iglesias, who competed a great deal under Carlson. Others received their brown belts. Gláucio Motta, from Parrumpinha, and Beto Satã, from Ari Galo.

There’s more coming next year!

Fonte GracieMAG

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Casa nova - ALLIANCE-SP





ALLIANCE

Lucas Lepri entrega faixas na Alliance NY


Professor da Alliance em Nova York, equipe nossa GMA, Lucas Lepri realizou a sua cerimônia de entregas de faixa na última sexta-feira.

“Foi bem legal, com uma energia bem positiva. Graduamos dois à faixa-preta. O nome deles é Willie Rodrigues, que é bicampeão mundial sem kimono no senior 3, e o Kevin Sheridan”, conta Lepri ao GRACIEMAG.com.

“Esse ano foi bem legal para a equipe, lutamos os principais campeonatos e fizemos alguns campeões no Pan e no Mundial”, completa.
Fonte GracieMAG

domingo, dezembro 12, 2010

Convite Alliance

UFC no Brasil em agosto de 2011, no Rio

A organização do UFC realizará uma coletiva de imprensa no Rio de Janeiro, mais precisamente no Palácio da Cidade, na próxima quarta-feira (15), para anunciar o retorno do evento ao Brasil. Porém, antes do anúncio oficial dos cartolas, a TATAME obteve a informação com fontes seguras de que a edição do Ultimate na Cidade Maravilhosa será em agosto de 2011, na HSBC Arena, ginásio construído para os Jogos Pan-Americano de 2007. Na coletiva da próxima semana, Dana White estará ao lado de Lorenzo Fertitta, dono do UFC, e dos lutadores Anderson Silva, Maurício Shogun, José Aldo, Vitor Belfort, Junior Cigano e Royce Gracie. Fique ligado na TATAME para saber mais sobre o retorno do UFC ao Brasil.
Fonte TATAME

Tererê comenta sua maior vitória

Numa das piores fases da batalha contra as drogas, Fernando Tererê chegou a pesar 65 kg. O lutador vem se recuperando rápido com dedicação aos treinos e preparação física.

Depois de cinco meses de internação, colocou na cabeça que somente o esporte poderia salvá-lo e foi convidado pela Alliance, sob os cuidados dos mestres Alexandre Paiva e Fabio Gurgel. Depois de dois meses treinando no Rio de Janeiro, Tererê foi procurado por seu ex-aluno Pedro Bessa e sua namorada para passar um tempo fora do Brasil. Os dois conversaram com a família do campeão, disseram que seria uma ótima oportunidade aprender inglês e conhecer novas culturas. O lutador partiu para países como Inglaterra, Polônia, Irlanda, Espanha, Suécia, Suíça, Portugal e Itália.

“Não esperava que as coisas acontecessem tão rápido, mas, por outro lado, é uma felicidade muito grande para os meus pais, que quase me viram morrer, e para os meus amigos de verdade. Hoje estou com pessoas boas ao lado, treinando e também aprendendo um pouco de Inglês”, diz ao GRACIEMAG.com.

“É muito melhor que estar nas ruas do Rio de Janeiro, sem camisa e de chinelo que soltava as tiras a cada esquina que eu passava (risos)! Agora a minha condição é treinar, estou morando com a minha namorada em Torquay (Inglaterra), onde não tenho intenção de abrir academia, mas continuo passando meus conhecimentos em aulas particulares e visito academias”, encerra.
Fonte GracieMAG

domingo, novembro 21, 2010

+BJJ


Mendes vencem no Japão

Como o GRACIEMAG.com vinha noticiando, os irmãos Rafael e Guilherme Mendes foram com tudo para o Japão, onde aconteceu, neste sábado, a Rickson Cup. A dupla comenta como foi tudo em Kawasaki.

“Acabamos de voltar do campeonato, foi excelente! A organização estava nota dez e graças a Deus deu tudo certo, tudo foi como planejamos!”, conta Rafael, completado por Guilherme:

“Rafael abriu 12 a 0 e finalizou nas costas na primeira luta contra um japonês, eu abriu 8 a 0 e finalizei com um estrangulamento da passagem de guarda na primeira luta, também contra um lutador local. Na semifinal, o Rafael finalizou com outro estrangulamento pelas costas, com uma posição que a gente vem treinando muito na academia, e eu venci o Shane Rice por 8 a 2. Raspei, passei a guarda e peguei as costas, mas ele conseguiu se defender bem e escapou.”


Não foi moleza a viagem ao Japão. Mas, na terra do sol nascente, tudo valeu a pena. Além da superação nas disputas, Rafa e Guilherme, como indicam as fotos, são tratados como verdadeiras celebridades pelos amantes do bom Jiu-Jitsu.

“Estamos muito contentes, porque chegamos na noite passada, mal conseguimos dormir e ainda fizemos ótimas lutas. Sempre lutamos na tentativa de inovar, na busca de novas posições e tentando criar movimentos para surpreender. Deu certo mais uma vez!”, fala Guilherme.

“Ficamos muito felizes com esta vitória, principalmente pela honra por lutar no Japão. O carinho e respeito que o povo japonês tem com os lutadores nos faz querer voltar sempre. Assim que chegarmos no Brasil, começaremos nosso treinamento focado no Europeu. O Guto Campos já chegou em Rio Claro para isso. Enfim, não poderíamos deixar de agradecer também à galera da academia, que nos ajuda muito. Acreditamos que as vitorias não são apenas pelo nosso trabalho, mas pelo deles também. Obrigado Durinho, Frazatto, Calasans, Ronaldinho, Ed, Denison, Lazaro, Ferrugem, Walker e Thiago Mendes, nosso preparador físico. Mal podemos esperar para treinarmos todos juntos!”, encerra Rafael.
Fonte GracieMAG

Aumente sua força, mas não perca suas características

Essa frase com certeza expressa e resume o que pode ser uma boa preparação física, com objetivo de trabalhar para amenizar algum desequilíbrio muscular do atleta, visando melhorar seu desempenho final no gesto esportivo e principalmente na luta.
Dividir o treinamento visa melhorar esses pontos fracos do atleta, pois eles podem inclusive, o deixar mais sujeito a lesões.

O treinamento deve manter o que o atleta já conquistou e tem de melhor, pois um dos maiores erros dos treinadores é perceber que seu aluno tem muita facilidade para determinada atividade( exemplo: potência de membros inferiores) e não treinar mais esse tipo de atividade, insistindo exaustivamente, em outra, a qual o mesmo não possui a menor característica individual.

Não está isento treinar essas atividades, porém a ênfase deve ser dada no que o atleta tem de melhor para oferecer, tornando o movimento ou movimentação o mais próximo possível da perfeição.

Ninguém gosta de enfrentar um Expert em determinada atividade, porém vemos hoje, muitos atletas de MMA com a “síndrome do pato”, não é bom na terra e não é bom na água!
Um bom exemplo disso, podemos observar em alguns atletas consagrados no jiu-jítsu, que só porque aprenderam alguns socos, acabam achando que podem trocar com um exímio lutador kick boxing, que treinou isso toda sua vida… Sou a favor sim de um Cross training, porém mantendo a característica individual de cada lutador.

O treinamento específico sem dúvida é o mais importante, mais não pode andar sozinho sem uma boa preparação de treinamento de força, potência e resistência.
Sou adepto ainda ao lema: QUANTO A FORÇA, NÃO HÁ RESISTÊNCIA!

O treinamento de força cada vez mais vem se tornado uma peça fundamental para essa tão disputada modalidade de combate que é o MMA.

Vemos super atletas, o esporte evoluiu muito na preparação física, é como comparar o SURF com o TOW IN ( arte de desafiar ondas gigantes).

Qual a relação que o treinamento de força tem com as modalidades de combate?

Vários aspectos podem ser relacionados à necessidade do treinamento de força, alguns deles podem ser observados mais adiante:

Resistência de força: Manutenção da pegada
Força rápida (potência): Entrada de uma técnica com oposição do oponente

O que é importante o treinador levar em consideração?

1- Escolha dos exercícios.
2- Ordem dos exercícios.
3- Resistência ou intensidade a ser utilizada.
4- Número de séries.
5- Freqüência semanal.
6- Intervalos entre as séries e os exercícios.
7- Quais grupos musculares precisam ser treinados?
8- Quais exercícios são utilizados para treinar esses grupos musculares?

O treinador deve lembrar ainda que:
9- Quais são as fontes energéticas básicas (aeróbia, anaeróbia lática, anaeróbia alática) que precisam ser treinadas?
10- Variações técnicas, Estilos de luta, Condição física inicial do atleta.
11- Golpes: cada segmento corporal realiza movimentos diferentes, Aplicação de força por vários segmentos com manutenção do equilíbrio em apenas um pé é muito importante.
12- Angulações na flexão ou extensão das diversas articulações envolvidas:
Probabilidade de combinações é praticamente infinita.
13- Muitos golpes envolvem rotação: capacidade de resistir e aplicar força rotacional.
Todos os grandes grupos musculares devem ser treinados, uma vez que eles são solicitados durante a luta.

E ainda:
14- Que de 1-5 repetições a 90-100% de 1RM são efetivas em aumentar a força sem o aumento da área de secção transversa.
10-12 repetições a 70 a 85% de 1RM estão associadas ao aumento da área de secção transversa do músculo
(Fry, 2004; MacDougall, 2003; Sale, 2003)

Deve ser levado em conta também que o aumento de peso do atleta pode causar implicações na sua categoria, por isso alguns preceitos não devem ser esquecidos:

15- Duração da sessão: 45-60 min. 3-6 x 3-5 RM ou trabalho até a exaustão com 90-95% de 1RM, Maximização da ativação dos mecanismos neurais envolvidos no ganho de força máxima.
(Häkkinen, 2002; Kraemer, 2002; Sale, 2003)
16- Intervalo entre as séries: 5-8 min., embora alguns sugiram 3-5 min. Intervalo entre as sessões para mesmo grupo muscular: 72 h
(Häkkinen, 2002; Kraemer & Koziris, 1994)
17- Auxílio externo para diminuir a dificuldade para ultrapassar o ponto de maior limitação mecânica
(Kraemer, 2002; Pearson et al., 2000)
18- Exercícios para grandes grupos musculares devem ser colocados no início da sessão por questão de segurança.
(Kraemer, 2002; Pearson et al., 2000)
19- Transferência para potência:
Intenção de mover a carga com velocidade, ainda que não consiga
Olsen & Hopkins (2003)

Esses são algumas pequenas observações, porém considero de muita relevância para o treinamento de força.

E não esqueça:
Divida seu treino, mantenha suas características e conquiste a vitória

* Professor. Eduardo Figueira Rodrigues
Pós Graduando em Fisiologia e Medicina Esportiva
Prof de Jiu-jitsu, judô e Preparador Físico da Pitbul Barra Gracie- Magé
WWW.corporesanoacademia.com.br
Referências: Simpósio Nacional de Artes Marciais.
Fonte TATAME

domingo, novembro 14, 2010

Finfou e Victor Costa atacam na Austrália

Depois das vitórias no Pan e Brasileiro Sem Kimono, este último no absoluto, Victor Costa se prepara para competir novamente, mas agora com o kimono e na terra dos cangurus.

“Vamos participar do Panpacific Jiu-Jitsu Championship, na Austrália, eu e o Alan do Nascimento Finfou”, conta o representante da CheckMat.

O evento acontece entre os dias 26 e 28 de novembro, em Melbourne, realizado pela Federação Australiana de Jiu-Jitsu (www.afbjj.com). As disputas vão contar com atletas de toda a Oceania e Ásia.

Following wins at the No-Gi Pan and Brazilian Nationals – the latter in the absolute division –, Victor Costa is getting ready to compete once again, but now in the gi and in the Land Down Under.

“We´re going to enter the Panpacific Jiu-Jitsu Championship in Australia – me and Alan “Finfou” do Nascimento,” says the CheckMat representative.

The event takes place November 26 and 28 in Melbourne, and is promoted by the Australian Jiu-Jitsu Federation (www.aflbjj.com). The event will include athletes from Oceania and Asia.


Fonte GracieMAG

sexta-feira, novembro 12, 2010

Lepri comemora um ano cheio de vitórias

2010 foi bom para Lucas Lepri. O faixa-preta, professor na Alliance Nova York, fechou com Michael Langhi no Europeu de Jiu-Jitsu e Pan, ficou em terceiro no Mundial e voltou a subir no topo do pódio no Pan e Mundial Sem Kimono.

Nas duas últimas, inclusive, Lepri venceu pelo segundo ano consecutivo.

“Me sinto muito orgulhoso porque esta é a minha segunda vitória no Mundial sem Kimono. Quando você treina muito, trabalha duro para um evento e consegue vencê-lo, é muito emocionante. Os caras que eu lutei são muito bons, o Mundial é muito difícil de vencer”, comenta à repórter Deb Blyth, do GRACIEMAG.com.

Uma posição muito usada pelo lutador foi o ataque pelas costas, de onde finalizou nos três combates que fez. Na final contra Augusto Tanquinho, por exemplo, Lepri perdia, até pegar as costas e conseguir finalizar.

“Treino esse movimento todos os dias, várias e várias vezes e é automático. Mas pode ser arriscado. Se o adversário escapar, você cai por baixo e ele consegue os pontos de raspagem”, analisa.

Agora o lutador faz seminários pela Califórnia, o contato é (213) 308-1205. Lepri quer descansar um pouco o corpo para a próxima temporada, porque considera a sua categoria (leve) uma das mais difíceis. Mas é isso que o faz se sentir vivo.

“Adoro isso. Amo viajar, lutar e ensinar. Esta é a minha vida!”, diz.

“Agradeço à minha esposa pelo suporte e obrigado ao GRACIEMAG.com por poder falar sobre a minha experiência nos torneios”, encerra.

Confira alguns dos melhores momentos de Lepri nos dojôs:

Fonte GracieMAG

terça-feira, novembro 09, 2010

quinta-feira, outubro 21, 2010

À espera da nova casa, feras da Alliance treinam pelo mundo

Grande parte do time de faixas-pretas comandados por Fabio Gurgel transita pelo planeta. Os campeões da equipe ensinam suas técnicas e, quando retornarem, já para visar a preparação de 2011, terão nova casa. O “General” Gurgel comenta:

“Em dezembro a Alliance já deve inaugurar sua nova sede da matriz em São Paulo. Vai ser o maior centro de Jiu-Jitsu do país. Estamos preparando uma surpresa para todos e quem lê o GRACIEMAG.com vai saber em primeira mão!”, garante.

Enquanto a nova casa não fica pronta, os campeões da equipe não param.

“Com esse pequeno intervalo entre as competições oficiais, ou pelo menos dos grandes torneios de kimono, a Alliance trata de fazer o dever de casa e manda seus astros para seminários ao redor do mundo. Dessa forma, nossas filiais se mantém atualizadas com o que rola de melhor dentro da equipe”, explica Gurgel, contente com o intercâmbio:

“Este ano tivemos pela primeira vez as nossas meninas (Gabi Garcia e Luanna Alzuguir) repetindo o sucesso dos marmanjos em seminários em Nova York e Atlanta. Agora elas partem para o Equador. Os meninos estão divididos pela Europa e Oriente Médio. O (Bruno) Malfacine está na Finâlndia, Bernardo (Faria) e Léo Nogueira na Alemanha, Alex Monsalve no Bahrain e o Serginho Moraes acaba de voltar da Finlândia e já vai para San Diego, na academia do Minotauro.”

E da maratona de viagens nem mesmo Gurgel fica fora.

“Estou em Miami, onde dou aula hoje na academia do Tarsis, amanhã encontro o Romero Jacaré e depois partimos para Atlanta, Nova York e Pensilvânia. Depois voo para Finlândia, onde dou seminários em Helsinki e Turco. Michael Langhi vai à Inglaterra ao mesmo tempo, então estaremos todos juntos de novo apenas no final de novembro, renovados para o inicio de mais uma temporada de muita luta e busca por ainda melhores resultados”, encerra.
Fonte GracieMAG

Jiu-Jitsu e Surfe nas areias de Ubatuba

A quarta edição do Black Belt Challenger Pro Surf, evento organizado pelos faixas-pretas Marcelo Melo (Gracie SP) e Eduardo Leitão (Cia Paulista), está em contagem regressiva. Desta vez, as feras dos tatames vão se encontrar em um torneio de surfe, no dia 6 de novembro, na praia de Itamambuca, em Ubatuba, São Paulo.

O Black Belt Challenger Pro Surf será disputado em cinco categorias: black belt long board e pranchinha, open pranchinha (faixas azul e marrom), open local pranchinha (só com atletas locais) e a categoria Marshalls (só para policiais).

Os competidores poderão se hospedar em uma pousada na praia de Itamambuca e, além de se divertirem, concorrerão a muitos prêmios, como kits da Oakley. Para participar do evento acesse o site www.camp-sp.org ou entre em contato com o Marcelo Melo através do telefone 7744-5608 ou pelo e-mail blackbatuba@hotmail.com.
Fonte TATAME

The 2010 Pan Pacific Championship will be held at the Melbourne Sports and Aquatic Centre, Aughtie Drive, Albert Park, Melbourne, Australia on the 26th, 27th and 28th of November. Both Gi and No Gi Divisions will be contested.

Online registration - go here ...http://bjjcomp.com/registeronline.php?event=53
Fonte AFBJJ

Go compete in Hawaii


GMA member Romolo Barros, leader of Brazilian Freestyle BJJ, invites all to the Aloha State Championship.

The event is scheduled next November 27th.
It is the third leg of the Hawaii BJJ Triple crown.
The event will offer prizes in cash for some divisions.
Enroll now.
For more info, go to hawaiitriplecrown.com.
Fonte GracieMAG

quinta-feira, outubro 14, 2010

Treinamento Funcional

O treinamento funcional se refere a utilização de exercícios que simulam as atividades específicas que aparecem nos esportes ou nas atividades de rotina, mas também pode referir-se a exercícios que ajudam a corrigir ou evitar os desequilíbrios estruturais que ocorrem a partir da pratica de um esporte específico, pois a maioria dos esportes tendem a se especializar em determinados grupos musculares. Embora o termo treinamento funcional seja relativamente novo, o conceito não é.


Durante muitas décadas, cientistas do esporte e treinadores russos examinaram em detalhe o conceito de treinamento funcional em muitos livros. Duas das fontes mais amplamente referenciadas são o russo Dr. Yuri Verkhoshansky, que conduziu a pesquisa extensiva em pliometria, e o Dr. Anatoliy Bondarchuk, um dos treinadores de força mais bem sucedidos. Provavelmente o termo que mais se assemelha treinamento funcional é o termo preparação de força especial.


Ao desenvolver o planejamento de longo prazo para a carreira de um atleta, o treinamento inicial incidirá sobre a resistência geral e, posteriormente, a formação incidirá sobre a força específica. Além disso, como um atleta move para níveis mais elevados de classificação dos esportes, o treinamento de força geral deve ser realizado menos, pois poderia interferir com o desenvolvimento da força especial.

Inventar nomes para os conceitos de treinamento já estabelecidos é uma coisa, porém muitos treinadores do funcional nos querem fazer crer que a única maneira de alcançar os mais altos níveis de condicionamento é com o uso das superfícies instáveis, tais como placas de oscilação e bolas suíças.


O treinador Michael Wahl em seu estudo selecionou 16 atletas competitivos que tinham jogado em nível universitário ou superior, na verdade este grupo incluiu um kickboxer campeão do mundo. Usando o eletromiograma (EMG) de testes para analisar a atividade elétrica dos músculos, Wahl descobriu que os padrões motores do cérebro expostas em realizar exercícios em superfícies instáveis eram exatamente as mesmas que as observadas em superfícies estáveis. Ele concluiu que, devido à natureza instável destes exercícios menores cargas poderiam ser utilizadas, assim foram considerados inferiores a partir de uma perspectiva de treinamento de força. E para isso eu acrescento: "Por que treinar o corpo para ser fraco?"

Este é um texto escrito pelo reconhecido treinador de força Charles Poliquin. No texto pode se entender que o treinamento funcional não é uma novidade, alias há década atrás já se utilizava o treinamento de força especial que nada mais é do que o treinamento funcional, com uma mudança apenas no nome. Porém muitos treinadores querem nos fazer acreditar que o treinamento funcional, digo este realizado com plataformas instavéis e exercícios em suspensão, é o melhor treinamento que existe. Esses treinadores ainda não têm embasamento cientifico para afirmar esta hipótese.
A musculação é funcional !

* Fábio Martins das Neves
Graduado em Educação Física (FESB);
Pós Graduação em Musculação e Condicionamento Físico (FMU);
Pós Graduação em Fisiologia do Exercício (Unifesp);
fneves@bioritmo.com.br
fabiomartins_18@ig.com.br
www.exercicioresistido.blogspot.com
(11) 6385 3064
Fonte TATAME

Absolutos motorizados no Pan em Brasília

A capital brasileira será a sede, entre os dias 22 e 24 de outubro, do Pan-Americano de Jiu-Jitsu, competição organizada pela Federação Brasiliense de Jiu-Jitsu do Distrito Federal (FBJJDF) em parceria da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE). Além da premiação de mais de R$ 30 mil, o evento dará ao campeão absoluto da faixa preta um carro novo, e uma moto 0km será dada ao vencedor do absoluto na faixa marrom, além de premiações para outras faixas, inclusive o feminino. A equipe vencedora também não sairá de mãos vazias: levará uma TV LCD. O presidente da FBJJDF, Ronei Silva, espera que os prêmios atraiam mais de 1800 atletas para a competição e um público de aproximadamente 15 mil pessoas nos três dias de lutas. Devido à greve bancária, a organização adiou o fim das inscrições para o dia 16 de outubro. Para maiores informações e inscrições, clique aqui.
Fonte TATAME

Tanquinho vs. Fortuna “opens” USA Open


The brackets are out for the US Open, to kick off Friday in California, and the promise of great Jiu-Jitsu action will likely be fulfilled right off the bat, in the opening matches.

In the black belt absolute, for instance, lightweight Augusto “Tanquinho” Mendes is signed up and will have his first match against superheavyweight Marcel “Mãozinha” Fortuna. Other favorites, like Antonio Braga Neto and Carlos Melo, will likely face off.

Fonte GracieMAG

Go compete in Milan


GMA member Andrea Baggio, leader of Milanimal Academy, has an invitation to make.

The Millano Challenge 2 takes place next November 27th, in Milan, Italy.

The registration fee is 30 Euros and the event is open to competitors from white to brown belts.

The registration deadline is November 2oth.

Don’t miss that opportunity.

For more info, go to milanochallenge.com.
Fonte GracieMAG

Tererê teaches at Ases Valencia


GMA member Ezekiel Zayas, leader of Ases Valencia, had a very special help last week to teach his students.

No other than Fernando Tererê dropped by to share his immense knowledge with everybody.

Tererê taught a seminar on Saturday, October 9th, but before and after that he was present at several training sessions.

Zayas wrote about is in his Facebook page: “Tererê proved to us that he is not only a champion in BJJ but also in life. it is easy to be a fan of a top athlete but I am a fan of him as a person”.

The world champion also had something to say about his days in valencia: “Very happy here. I’m being very well treated. Thanks to Ezekiel and his Ases team.”

For more info, go to asesbjj.com.

Fonte GracieMAG

Miami Open: Guto Campos na caça de mais um absoluto

As inscrições para o Miami Open, que terminam neste sábado, seguem a todo vapor e não vai faltar emoção na faixa-preta. São muitas pedreiras inscritas no evento da IBJJF, que acontece no dia 23 de outubro.

Entre as feras, Guto Campos deve ser mais um a tentar a sorte no peso e absoluto. Em 2009, o campeão da categoria livre foi Luiz Felipe Big Mac, que também luta no Miami Dade College. Guto, vencedor do peso e absoluto do Campeonato Europeu, nesta temporada, promete esquentar a briga.

Entretanto, muitas são as pedreiras confirmadas no evento. Dirigente da IBJJF, André Fernandes adiante quem já está dentro: Eduardo Milioli, Jonathan Torres, Diego Gamonal Nogueira, Gustavo Ramos Campos, Marcelo Conti, Marcela S. de Oliveira Macedo, Rodrigo Clark, Stephen Vincent Hall, Marco Antonio Giudice Machado, Alessandro Elisio Chalita de Souza, Daniel V. Alvarez Jr., Jason Scully, Rodrigo Antunes Guimarães, Jared Weiner, Marcos Paulo Guimarães de Barros, Rômulo Reis Pereira, Joao Moncaio, Renato Sampaio Tavares Filho e April Robinson, entre outros.
Fonte GracieMAG

Mallandro: ‘Ensinei Wallid a amarrar a faixa’

Sensação do reality show “A Fazenda’, sucesso de audiência da TV Record, Sérgio Mallandro não é especialista apenas na arte de fazer rir. Comandado por Carlson Gracie, o Mallandro treinou ao lado de feras como Fernando Pinduka, Wallid Ismail, Murilo Bustamante e Bebeo Duarte. Como recordar é viver, reviramos nosso arquivo e relembramos na sessão Das Antigas um bate-papo especial com Serginho, garantia de muitas risadas. “Ensinei o Wallid a amarrar a faixa, o Murilo a dar triângulo e o Bebeo a botar o joelho na barriga”, disparou o Mallandro. Clique aqui para ler, na íntegra, a entrevista publicada na TATAME #122, em 2006.
Fonte TATAME

sábado, outubro 09, 2010

US Open: Inscreva-se para fazer História

Quantos torneios podem se orgulhar de ostentar entre seus campeões craques do quilate de BJ Penn, Jean Jacques Machado, Jake Shields, Rominho Barral, Rodrigo Medeiros, Nick Diaz, Jeff Glover, Rafael Lovato, Jonathan Torres, Augusto Tanquinho, Eduardo Telles, Kron Gracie, Mike Fowler e Bill Cooper? Raros, raríssimos.

Com 15 anos de História com H maiúsculo, o US Open cresceu junto com o Jiu-Jitsu na Califórnia, e brilhar por lá é sempre sinal de uma carreira promissora.

Por isso, ninguém quer ficar fora da festa em Santa Cruz, dos dias 15 a 17 de outubro. Ontem, entre as centenas de atletas, mais dois faixas-pretas entraram na corrida pelo ouro no campeonato de Claudio França: Renan Silva (Ralph Gracie San Francisco) e James Foster (Lotus Club).


Fonte GracieMAG

US OPEN XV BRAZILIAN JIU JITSU TOURNAMENT from Nomad Productions on Vimeo.

segunda-feira, outubro 04, 2010

Das Antigas: Royler e a aposentadoria do pano

Hoje as artes marciais já decolaram e são uma realidade ao redor do mundo, mas às vezes é importante parar e fazer um retrospecto, saber um pouco da história de vida e os caminhos percorridos por grandes nomes do esporte para atingirem o topo e serem reconhecidos como tops.

Único representante da família mais tradicional na arte suave a enfrentar três gerações dentro dos tatames, Royler Gracie foi responsável por escrever boa parte da história contemporânea do Jiu-Jitsu na categoria peso leve. Quando estava prestes a completar seus 40 anos e perto do fim de sua carreira como lutador, tendo acumulado quatro títulos mundiais, o filho do mestre Helio Gracie deu uma entrevista exclusiva para a Revista TATAME #110, contando sua passagem pelo Judô, as pedras em seu caminho e seus ídolos.

“Rolls é o meu ídolo no Jiu-Jitsu e o melhor de todos os tempos para mim. Me espelhei demais no jogo dele. Depois, fui treinar com o Rickson e um pouco no Carlinhos (Gracie).. Mas eu gostava muito de ver o Rolls lutando. No entanto, admirava muitos outros lutadores, como Mário Cláudio Talarico e Macarrão”, disse Royler. “Quero terminar como comecei minha carreira: bem”, era o desejo do Gracie, e assim foi concretizado.

Na seção Das Antigas, a TATAME relembra a matéria feita na época com o lutador, que também se aventurou no Vale Tudo, mas não esquece as raízes de sua família. “Acho que tanto eu quanto a minha família já provamos tudo. Já fazemos parte da história”. Clique aqui para fazer o download gratuito desta e outras matérias históricas e imperdíveis.
Fonte TATAME

sexta-feira, outubro 01, 2010

PUMMA Jiu-Jitsu


My Second house in Austrália!

AbuDhabi PRO 2011


Faixas / Belts


Seminario DRACULINO


World League Pro


Uma data para relembrar Helio Gracie, e aprender com o professor

Hoje é dia 1º de outubro, dia do nascimento de Helio Gracie (1913-2009). O saudoso grande mestre, que partiu no início do ano passado, faria 97 anos (ou 98 segundo ele, que contava o tempo de gestação na barriga).

Todo dia é dia de relembrar os ensinamentos do professor, e aprender com ele, hoje especialmente. Reveja então algumas lições do grande mestre, nesta entrevista, que não é a última de Helio, mas é impagável

Homenagem a Helio Gracie from Yogi Filmes on Vimeo.

Fonte GracieMAG

Boi é mais um da Alliance que promete incomodar

A Alliance é cheia de atletas consagrados que vão dos pesos mais leves, com Bruno Malfacine, Rubens Cobrinha e Michael Langhi, aos mais pesados, com Antonio Peinado, Bernardo Faria, Léo Nogueira e Tarsis Humphreys, entre muitos outros.

Entretanto, chamou a atenção no Brasileiro de Equipes 2010 a participação de Fabiano Souza, o Boi. O lutador finalizou nas duas apresentações que fez, com a chave leglock, inclusive na luta decisiva, contra Vinícius Marinho, que deu o triunfo ao time.

“Leglock e omoplata são duas posições que treino bastante na academia e estão saindo bem nas competições. Estou com o tempo delas”, comenta.

Boi dá aulas na Alliance em Bragança Paulista, sua cidade natal, e treina no QG em São Paulo três vezes por semana ao lado da faixa-marrom Andressa Correia. Apesar de ser menos conhecido no Jiu-Jitsu que os principais nomes da equipe, o faixa-preta tem uma longa estrada no mundo das lutas.

“Não lutei tanto na CBJJ, mas fui vice no Brasileiro em 2004, na faixa-roxa, tendo feito sete lutas. Também fiquei em terceiro no Mundial 2004. Já morei no Rio de Janeiro por dois anos e meio, treinava na Black House quando me dediquei ao MMA (2v-1e). No último Mundial, na Califórnia, perdi nas quartas-de-final para o Guto Campos. A luta terminou empatada e deram a vitória para ele, mas acho que eu merecia mais pela combatividade”, diz o meio-pesado.


Depois do bom resultado, Boi espera seguir a boa fase e realizar seu grande sonho: o título mundial da Califórnia.

“Meu carro forte é a competição. Quero o Mundial da IBJJF e estou aberto ao vale-tudo também. Mas quero esse título mundial antes, porque pode abrir mais portas para mim. Ainda luto neste ano a seletiva para o World Pro, em Natal, e o World Cup, evento do Fepa. Ano que vem espero seguir todo o calendário da IBJJF, começando pelo Europeu. Vou incomodar o pessoal nos eventos!”, avisa.
Fonte GracieMAG

quinta-feira, setembro 30, 2010

quarta-feira, setembro 29, 2010

Aquecimento e desaquecimento

Fisioterapeuta e praticante de Jiu-Jitsu notei que o atleta, em geral, sempre realiza o aquecimento antes de seus treinos, porém nunca questionando quais os reais efeitos disso em seu corpo, portanto, acredito ser de extrema importância abordar este assunto.


Aquecimento
A importância de um programa de exercícios propriamente estruturado pode render e resultar em níveis de preparo mais altos para os atletas, otimizando assim o desempenho e os resultados nas modalidades esportivas praticadas, tanto nos treinos quanto nas competições.
Um componente desse programa de exercícios é o aquecimento, extremamente difundido por parte dos treinadores e atletas na rotina diária de treinamento, no entanto pouco se fala a respeitos dos objetivos, efeitos fisiológicos e prescrição dos exercícios de aquecimento.
Deve-se saber que, fisiologicamente, há um atraso entre o início da atividade e os ajustes corporais necessários para suprir as demandas físicas do corpo, sendo o objetivo do período de aquecimento fornecer ajustes necessários antes da atividade física.
O alongamento deve ser realizado de forma gradual e suficiente para ocorrer um aumento da temperatura muscular e central, em média um período de dez minutos, tendo o cuidado para não reduzir as reservas de energia ou mesmo levar o atleta à fadiga. O intervalo ideal entre o final do aquecimento e o inicio da atividade é de 5 a 10 minutos. O efeito do aquecimento perdura de 20 a 30 minutos. Após 45 minutos a temperatura corporal já retomou sua temperatura de repouso.
Pode-se dividir o alongamento em duas categorias, sendo elas:
· Aquecimento geral: tem como principal propósito aquecer o corpo como um todo, utilizando exercícios que exijam ação de grandes grupos musculares, podendo ser realizados por meios de movimentos corporais gerais, alongamento e corrida, entre outros.
· Aquecimento específico: tem como objetivo preparar uma musculatura específica exigida em determinada modalidade,além de proporcionar um treinamento das habilidades que serão utilizadas na atividade pós-aquecimento. Pode-se citar como exemplo, um atleta do muay-thai ou boxe que realizaria o aquecimento através de socos ou chutes em menor intensidade.
Os Os principais objetivos do aquecimento são:
- Aumentar a temperatura muscular, central e preparar o sistema cardiovascular e pulmonar para a atividade e desempenho esportivo;
- A temperatura muscular mais elevada, aumenta a eficiência da contração muscular, reduzindo a viscosidade do músculo e aumentando a velocidade de condução nervosa;
- Dilatação dos capilares aumentando a emissão de oxigênio para os músculos ativose minimizando o déficit de oxigênio e formação de ácido lático (ácido relacionado a dores musculares e câimbras);
- A prevenção de lesões deve-se também com o aumento da temperatura, pelo qual há uma redução da resistência elástica e da resistência do atrito, portanto as estruturas como músculos, ligamentos e tendões tornam-se mais elásticos e menos susceptíveis a lesões ou rupturas. Também há mudanças nas articulações, apresentando estas com maior produção de líquido sinovial - líquido interno das articulações que lubrifica as mesmas e permite um movimento mais suave e indolor – tornando-se mais resistentes às forças e pressões;
- Também como efeito do aquecimento, a ativação nas estruturas do sistema nervoso central, conseqüentemente melhorando o estado de alerta e de atenção, favorecendo assim, o aprendizado técnico, a capacidade de coordenação e precisão de movimentos, requisitos fundamentais no treinamento de um atleta.

Desaquecimento, resfriamento ou volta à calma
Tão importante quanto o aquecimento, porém pouco utilizado por parte dos treinadores e atletas, encontra-se o período de desaquecimento necessário após os exercícios, com o objetivo de:
- Prevenir o acúmulo de sangue nos membros, continuando a usar os músculos para o retorno venoso;
- Auxiliar na reposição das reservas de energia;
- Evitar desmaios aumentando o retorno do sangue para o coração e cérebro;
- Auxílio no retorno da pressão arterial aos níveis de repouso e auxilia no relaxamento das estruturas envolvidas na atividade anteriormente executada.
As características são semelhantes às do aquecimento, sendo priorizados exercícios corporais totais e com duração média de 5 a 10 minutos.
Por fim, deve-se lembrar que nem todos os indivíduos possuem o mesmo preparo físico, cabendo ao profissional credenciado a progressão adequada e segura dentro da tolerância de cada atleta.

Espero que essas informações colaborem para a melhora do programa de treinamento assim como no desempenho dos atletas, tendo em vista sempre os melhores resultados!

Bons treinos e até a próxima!
OSS!
Luís Felipe Minechelli
Fisioterapeuta esportivo, especializando em Fisioterapia Esportiva pelo CETE/UNIFESP
Tel: (11) 9233-9531
Fonte OLutador.com

Tererê vibra: “Estou voltando aos poucos”





Após uma longa batalha contra o vício, Fernando Tererê está recuperando a boa forma – e o ritmo forte de treinos. Em um verdadeiro tour pela Europa, o bicampeão mundial tem seminários marcados na Suécia, Espanha, Suíça, Itália e Portugal, mas já pensa adiante. “Depois vou dar uma descansada, mas não param de chegar propostas. Vou ver se fico morando um tempo com o (Rubens Charles) Cobrinha nos Estados Unidos”, conta o atleta à TATAME. “Será bom para treinar bastante, mas o bom mesmo é que estou voltando aos poucos”, finalizou.
Fonte TATAME

Guto Campos na terra dos cangurus

Campeão peso e absoluto do Europeu de Jiu-Jitsu nesta temporada, Guto Campos vai mostras seus segredos aos praticantes da arte suave na terra dos cangurus. O faixa-preta, representante da Atos e Guetho, parte com tudo para Austrália.

Do dia 30 de setembro a 15 de outubro, em Sydney, Guto ministra seminários e aulas particulares, além de se preparar para lutar nos Estados Unidos, em outubro.

Guto aproveita para passar o contato aos interessados em seminários e aulas: thiagobraga_11@hotmail.com ou guetho.jiujitsu@yahoo.com.br
Fonte GracieMAG

A comemoração da Alliance no Tijuca Tênis Clube

A Alliance fez bonito mais uma vez com o time de faixas-pretas pesados no campeonato Brasileiro de Equipes.

Primeiro, os alunos de Fabio Gurgel e Alexandre Paiva bateram o time B da GFTeam. Rafael Bettega finalizou com um armlock, Bernardo Faria passou por João Gabriel nos pontos e Antonio Peinado finalizou com um estrangulamento.

Depois, contra a Gordo-Evolve, Fabio Romão finalizou Pedro Borges com uma mão de vaca, enquanto Fabiano Souza, o Boi, usou a leglock contra Renan Vital. Como a equipe de Roberto Gordo só tinha quatro atletas, foi automaticamente eliminada.

Na grande decisão, contra o time A da GFTeam, Peinado abriu o placar com um armlock sobre Vitor Henrique e Bernardo Faria usou o triângulo contra Ricardo Evangelista. Rodolfo Vieira tentou estragar a festa com um estrangulamento sobre Bettega, mas Fabiano Boi finalizou Vinícius Marinho com mais uma leglock e garantiu o bicampeonato à Alliance.

“Todos treinamos duro para este título”, comemora Bernardo Faria.

“Esse é um dos campeonatos mais legais de lutar, porque não é uma coisa individual. Envolve a união de todo o grupo”, resume Peinado.

Confira a festa da Alliance e as palavras dos destaques no vídeo abaixo:

Fonte GracieMAG

terça-feira, setembro 28, 2010

Australia Pro:

Abu Dhabi Pro World Cup - Australian Qualifier 2011
from Luke Beston

Mr Alex Prates, Australian Director for the Abu Dhabi World Cup has released some exciting details for the 2011 Australian Qualifier for the Abu Dhabi World Pro Cup. Last year's qualifier was a great success with a strong team representing Australia in the World Cup in Abu Dhabi, but with many improvements the next qualifier is sure to be even more hotly contested. The biggest change is that Prize Money will be awarded with a massive $4000 USD to the winner of the open weight combined Brown and Black Belt Division and $1000 USD for runner up. This will make the qualifier one of the highest paying grappling tournaments in Australian history.

Purple Belts will now have their own divisions with two weight classes.

In another exciting development, this tournament will now be open to athletes of any nationality now giving our resident stars a chance to compete. The event will be televised on Abu Dhabi Sports TV in the Emirates, and in a number of other countries.

Event organiser Mr Alex Prates said "The Abu Dhabi World Pro Cup have established a circuit point system, with our qualifier being rated as 5 stars. With such big prize money on offer we are going to see some of the best action ever with the best of Australia, and hopefully we will see many top international competitors travel here also."

The event is scheduled for February 2011 - for more information please contact Alex Prates: pratesalex@hotmail.com
Fonte EmiratesONE

Brasileiro de Equipes: Quando o Jiu-Jitsu é um esporte coletivo


O Campeonato Brasileiro de Equipes 2010 contou com disputas acirradas e, mais uma vez, trouxe a rivalidade sadia entre os principais times da arte suave, no Tijuca Tênis Clube, neste sábado.

A coroa de campeã ficou com a Nova União, que venceu pelo segundo ano consecutivo, seguida pela Alliance e GFTeam. Emocionante foi a disputa da faixa-preta e marrom masculino. No peso leve, a GFTeam levou o ouro pelo terceiro ano seguido após bater o exército da Atos, com feras como Bruno Frazatto, Rafael e Guilherme Mendes. Já a Alliance venceu pelo segundo ano seguido entre os pesados, mesmo desfalcada de alguns dos seus grandes representantes. Coube a Antonio Peinado e Bernardo Faria capitanear a equipe, com talentos como Fabiano Souza, o Boi.

Além disso, a festa seguiu nas faixas azul e roxa.
Fonte GracieMAG

Tudo o que você precisa saber para lutar o World Pro em Abu Dhabi

O World Professional Jiu-Jitsu Cup chega ao seu terceiro ano de vida, em 2011, com muitas novidades. O evento principal, em Abu Dhabi, tem início no dia 8 e 9 de abril com a competição sem kimono.

Não, não estamos nos confundindo. Na próxima temporada, além do evento de Jiu-Jitsu tradicional, nos dias 14, 15 e 16 de abril, ocorrem antes as disputas sem kimono. Os atletas vão poder participar nas duas competições. Chegam no dia anterior à pesagem do torneio sem kimono e ficam até o dia 17 do mesmo mês. Entre os eventos, roteiros turísticos vão entreter os lutadores. O torneio sem kimono também traz boas premiações aos campeões.

Vale lembrar que a competição (com kimono ou sem) é aberta a todos, não apenas aos classificados nas seletivas ao redor do mundo. As seletivas são uma opção para que o atleta não gaste com passagem, hospedagem e alimentação. Não há qualquer restrição aos que quiserem competir no evento principal por conta própria, como fez Rômulo Barral este ano.

Aliás, falando em seletivas, estas também premiarão em dinheiro nos absolutos da faixa-preta. As seletivas não têm regra de nacionalidade. Qualquer atleta de qualquer país pode disputar qualquer seletiva. No evento anterior não foi assim, então essa é uma mudança. As seletivas e o evento principal serão televisionados pela Abu Dhabi Sportv. Serão 18 seletivas, divididas em três categorias:

3 estrelas: (Coreia, China e Bahrain) cada etapa premiará quatro atletas com os custos ao evento principal

4 estrelas: (Nova Zelândia, Polônia e África do Sul) cada etapa premiará sete atletas com os custos ao evento principal

5 estrelas: (Brasil com etapas em Gramado, Natal e Rio de Janeiro;
EUA com etapas em(Nova York, Las Vegas e West Palm Beach; Canadá; Austrália; Japão; Reino unido; Portugal e Suécia) cada etapa premiará 13 atletas com os custos ao evento principal.

Todos os atletas (seletivas e evento principal) farão parte de um ranking (leia as regras mais abaixo). Os quatro primeiros atletas ranqueados já entrarão nas quartas-de-final do evento principal, enquanto os lutadores que ficarem do quinto ao oitavo posto estarão nas oitavas. As finalizações vão valer pontos a mais no ranking e, ao fim da temporada, haverá o prêmio extra de 5 mil dolares para o primeiro do ranking, 3 mil para o segundo e 2 mil para o terceiro. Nos próximos anos ocorrerão defesas de cinturões durante as seletivas (campeão contra o melhor ranqueado).

Os organizadores calcularam que somados os prêmios do evento principal, seletivas e custos de passagem, hospedagem e alimentação, os prêmios totalizam a quantia de 1 milhão de dólares. É dinheiro pacas!

Confira como vão ser as premiações:

Jiu-Jitsu sem kimono

faixa-preta/marrom
Absoluto – 15 mil ao primeiro/ 1.500 ao segundo/ 750 aos dois terceiros

Categorias de peso – 4.000 ao primeiro / 1.500 ao segundo / 750 aos dois terceiros

faixa-roxa – 2.500 ao primeiro /1000 ao segundo (não tem premio para terceiros)
faixa-azul – 1.500 ao primeiro / 750 ao segundo (não tem premio para terceiros)
Jiu-Jitsu com Kimono

Nao tem categoria feminina no sem kimono

Masculino faixa-preta/marrom
Absoluto – 30 mil ao primeiro / 3.000 ao segundo/ 1.500 aos terceiros
Categorias de peso – 8.000 ao primeiro / 3.000 ao segundo / 1.500 aos terceiros

Feminino faixa-roxa/marrom/preta
Não tem absoluto
Categorias de peso – 4.000 ao primeiro / 2.000 ao segundo / 500 aos terceiros

Maculino faixa-roxa – 5.000 ao primeiro / 2.000 ao segundo
Masculino faixa-branca / azul – 3.000 ao primeiro / 1.500 ao segundo

Feminino faixa-branca / azul – 3.000 ao segundo / 1.500 ao segundo

Premiações das Seletivas (apenas na faixa-preta absoluto) – 4.000 ao primeiro / 1.000 ao segundo

Ranqueamento

Os atletas já estão ranqueados de acordo com os resultados desde 2009.

Evento principal:

Absoluto
40 pts – 1o
20 pts – 2o
8 pts – 3o

Categorias de peso

20 pts – 1o
10 pts – 2o
4 pts – 3o

Seletivas

Absoluto
20 pts – 1o
10 pts – 2o
4 pts – 3o

Categorias de peso

10 pts – 1o
5 pts – 2o
2 pts – 3o


Depois disso tudo, em primeira mão aqui no GRACIEMAG.com, quem vai querer ficar de fora? Para o atleta participar de qualquer seletiva e do evento principal, é necessário se inscrever no site do evento. A taxa é de 20 dólares por toda a temporada. E vão aí as datas das seletivas:

Coreia – Bucheon – 3 estrelas
24 de outubro de 2010
contact@axisjj.com

Brasil – Natal – 5 estrelas
6 de novembro de 2010
fabio_holanda@hotmail.com

Nova Zelândia-Auckland – 4 estrelas
13 de novembro der 2010
douglas@douglasjiujitsu.co.nz

Suécia – Stockholm – 5 estrelas
20 de novembro de 2010
blackwellpeter@hotmail.com

EUA – New York – 5 estrelas
4 de dezembro de 2010
renatousaatt@hotmail.com

África do Sul – Johannesburg – 4 Stars
11 de dezembro de 2010
quantumtribe@webmail.co.za

China- Shanghai – 3 estrelas
18 de dezembro de 2010
info@jjfcn.com

Portugal-Lisboa – 5 estrelas
15 de janeiro de 2011
Organizer contact: zemarcello@macl.com

Brazil – Rio de Janeiro – 5 Stars
22 January 2011
lerjji@gmail.com


Brasil- Gramado – 5 estrelas
5 fevereiro de 2011
: feparadeda@hotmail.com

Polônia – Warsaw – 4 estrelas
12 de fevereiro de 2011
kuba@mantoght.com

Austrália – Sydney – 5 estrelas
19 de fevereiro de 2011
pratesalex@hotmail.com

Canadá – Montreal – 5 estrelas
26 fevereiro de 2011
fabio_holanda@hotmail.com

EUA – Las Vegas – 5 estrelas
5 de março de 2011
renatousaatt@hotmail.com

Japão – Tokyo – 5 estrelas
12 de março de 2011
contact@axisjj.com

EUA – West Palm Beach – 5 estrelas
19 de março de 2011
renatousaatt@hotmail.com

Reino Unido – Londres – 5 estrelas
26 de março de 2011
zemarcello@macl.com

Bahrain – Manama – 3 Stars
2 de abril de 2011
reza@batelco.com.bh

Emirádos Árabes – Abu Dhabi – No Gi Tournament
8 e 9 de abril de 2011
worldpro@uaejj.com
Emirádos Árabes – Abu Dhabi – Gi Tournament
14, 15 e16 de abril de 2011
worldpro@uaejj.com
Fonte GracieMAG

Tererê segue o tour pela Europa


Depois de uma série de seminários na Inglaterra, Irlanda e Polônia, Fernando Tererê chegou na cidade de Malmoe (Suécia), onde foi recebido pelo seu ex-aluno e amigo Leonardo Neves e ministrou mais um seminário.

Tererê chegou uma semana antes do evento para aproveitar bem os treinos e novidades da galera.

“Para mim é um prazer chegar aqui e sentir á pressão dos treinos”, comenta Tererê.


Além dos treinos de kimono, os dois também não perderam tempo na parte de preparação física.

“O Fernando sempre foi um amigo muito querido e está sendo um grande prazer e alegria poder treinar todos esses dias juntos com ele e ver sua evolução nos tatames novamente”, fala Neves.

No próximo final de semana Tererê se encontra com Alan do Nascimento (Finfou) em Estocolmo.
Fonte GracieMAG

American National: Caio faz de novo, e vence absoluto

Após vencer o absoluto do Las Vegas Open, em agosto, o galinho Caio Terra mostrou que sua vitória na categoria aberto não foi acidente.

Ontem, no primeiro dia do American National da IBJJF, na Califórnia, o aluno de Cesar Gracie fez de novo, e viu os adversários lá de cima do pódio. Confira o resultado oficial do torneio de kimono abaixo, e aguarde os resultados deste domingo na sua fonte mais confiável, o GRACIEMAG.com.

Absoluto:

1- Caio Terra – Gracie Fighter
2- Bruno Bastos – Nova União
3- Marcelo Mafra – Checkmat
3- Leandro Santos – Ribeiro JJ

Fonte GracieMAG

sábado, setembro 25, 2010

Roger exalta Ginástica Natural

Primeiro e único tricampeão mundial absoluto de Jiu-Jitsu, Roger Gracie é um entusiasta da malhação conhecida como Ginástica Natural, que nosso colunista Alvinho Romano ensina todo mês na GRACIEMAG.

Roger recebeu Romano em Londres recentemente, e elogiou em vídeo os benefícios da filosofia de exercícios.

“Minha técnica só vai evoluir com as séries que aprendi. Vamos adaptar muitas coisas que ele ensinou nos treinamentos da academia. Acredito que a Ginástica Natural é inclusive mais benéfica para atletas de alto rendimento”, explica Roger.


Fonte GracieMAG

Wand dando uam dura

Vai acaba perdendo os dentes safado!!!!

Assista no minuto 4.

Fonte GracieMAG

Alliance pronta para o Brasileiro de Equipes.

Neste sábado a Equipe Alliance vai com toda força para o Brasileiro de Equipes,que acontece no Rio de Janeiro!
Go Alliance.
Fonte FabioGurgel

Graduacao na PUMMA Jiu-Jitsu

PUMMA JIU-JITSU
22/9/2010

Tererê aprendendo as “novidades” do pano

Fernando Tererê dispensa apresentações. Ídolo de várias gerações, o faixa-preta está recuperando o tempo perdido com o que sabe fazer melhor: Jiu-Jitsu. “Venho de uma doença muito grave na minha carreira e estou tendo a oportunidade de estar treinando de volta”, comemora Tererê, que roda a Europa com diversos seminários, visitando filiais da Alliance e de outras academias.

“Todos os amigos que eu estou visitando estão me recebendo muito bem... Está sendo bom para mim porque, depois dos seminários, estou sempre pegando algumas novidades de treinos com eles, fora o carinho da galera que gosta do meu estilo de luta... Isso já me deixa bastante feliz”, conta o bicampeão mundial de Jiu-Jitsu, dando atenção aos pequenos detalhes de todas as posições. “Nos lugares aonde vou pretendo, depois disso tudo, treinar e me dedicar em repetições de posições. Sei que estou em uma equipe boa, com tem vários talentos, onde posso aprender e pegar a base e o tempo do negócio de novo”, disse, feliz. Neste domingo, Tererê se reencontra com Alan Finfou, amigo do Rio de Janeiro, para alguns seminários na Suécia.
Fonte TATAME

segunda-feira, setembro 20, 2010

O “descanso” de Cobrinha na Coreia

Férias é o momento em que a maioria prefere aproveitar para descansar. Não Rubens Charles Cobrinha. O faixa-preta da Alliance está na Coreia, e não parou a ralação.

Confira no vídeo abaixo, que Cobrinha divulgou em seu Twitter:

Fonte GracieMAG

sábado, setembro 18, 2010

RICKSON GRACIE CUP INTERNATIONAL 2010


Organizador : Jiu-Jitsu Federation of Japan – JJFJ

Data: 2010/11/20
Local: TODOROKI ARENA

Requisitos: - Atletas residente no Japão devem apresentar carteira de membro da JJFJ. – Atletas não residente no Japão devem apresentar documento comprovando seu pais de residencia.

Periodo de Inscrição : 2010-09-01 00:00 ~ 2010-11-05 00:00

Preço: EM BREVE

Detalhes: Em breve estará no ar o site do Rickson Cup 2010.

Maiores informações: http://jjfj.org/

sábado, setembro 04, 2010

2010 Australian Champions Cup

Information www.afbjj.com

Time Lloyd Irvin prepara invasão no Asiático

O time do professor Lloyd Irvin está se preparando para invadir Tóquio com cerca de 30 atletas. A capital japonesa será a sede do Asiático de Jiu-Jitsu, nos dias 11 e 12 de setembro.

Capitaneando a equipe estarão o último campeão absoluto do evento, Mike Fowler, a revelação na faixa-preta “JT” Torres e o professor Stephen Roberto. Além das feras do time Lloyd Irvin, outro faixa-preta presente será a fera Abmar Barbosa (Drysdale), que recentemente fez grandes exibições contra Kron e Kayron Gracie no Pan de Jiu-Jitsu, na Califa.

O campeão brasileiro dos super-pesados, Igor Silva (GF Team), também está inscrito e é um dos favoritos na faixa-preta, assim como centenas de promessas do Jiu-Jitsu asiático.

Ante a expectativa de alguns lutaços, quem vence o absoluto para você?
Fonte TATAME

Jiu-Jitsu tem apoteose em Xangai


O inegável estouro do Jiu-Jitsu na Ásia pode ser verificado por diversos termômetros.

Por exemplo, o cada vez mais forte Asiático de Jiu-Jitsu, em setembro; o ensino da arte nas escolas de Abu Dhabi; e a academia gigante da Gordo-Evolve em Cingapura, entre outros sinais. O indício mais recente aconteceu na China, numa das cidades que mais crescem no planeta, a cosmopolita Xangai.

Nos dias 30 e 31 de agosto, a cidade sediou uma grande apresentação de artes marciais, dentro da Expo Shanghai 2010, uma das mais visitadas feiras de exposições do mundo.

“Por dia a Expo recebe entre 350 a 400 mil pessoas, a expectativa é que passem pela Expo por volta de 70 milhões de pessoas nos 6 meses totais”, comenta o professor da CheckMat Chico Mendes, um dos presentes na exibição. “O evento foi transmitido ao vivo para toda a China”.

 A apresentação foi realizada pela Wrestling Judo Association Jiu-Jitsu Community (WJAJC), e contou com demonstrações de kung fu e Jiu-Jitsu, com direito a imagens de grande mestre Carlos Gracie no telão da festa.

As apresentações da arte suave foram feitas por 15 professores do Emirates Team e por três feras da CheckMat, Leonardo Vieira, Chico Mendes e Marcelo Andreoli.

Dos Emirados Árabes, estavam lá Michel Maia, Marcelo “Guardinha” Motta, Oscar Junior, Maiky Reiter, Bruno Lopes, entre outros.
Fonte GracieMAG

Treininho na GracieBarra Sydney

Ae galera como todo mundo sabe estou morando na Australia e estour visitando o maximo de academias que eu puder, dessa vez fui em Sydney e visitei a GracieBarra do professor Marcelo.
O treino foi de primeira e fui super bem tratado! Obrigado Marcelo Ossssssssssss

segunda-feira, agosto 09, 2010

Pumma Jiu-Jitsu

Ae galera mais uma vez queria agradecer ao pessoal da Pumma Jiu-Jitsu, estive la ontem e fui super bem recebido por todos, abriram espaço para mim treinar e me trataram como super bem! Com certeza voltarei la em breve! Obrigado!

quarta-feira, julho 21, 2010

A preparação do Bad Boy

Primeiro faixa-preta tricampeão mundial no peso galo, Bruno Malfacine, conhecido como Bad Boy, trabalha muito a parte técnica. Entretanto, para colocar as posições em prática e aturar o ritmo frenético dos combates nas competições, também é preciso estar com a parte física em dia.

Malfacine cuida disso com o preparador Edson Ramalho, que agora é parceiro da Alliance. Uma das possibilidades no futuro e subir para o peso pluma, então os músculos tem que estar em dia.

“Se vou subir para o pluma? Estou pensando, vai ser uma surpresa”, despista.

O lutador não vai estar em ação no Rio Open para dar um descanso. Deve voltar a ação no Nacional Cup, em São Paulo, e depois viaja para seminários na Europa. O Brasileiro e Mundial sem kimono estão em pauta.

Enquanto isso, confira um pouco da preparação física da fera:

Fonte GracieMAG

quinta-feira, julho 15, 2010

International Open do Rio à Austrália

No dia 22 de julho, tem início no Rio de Janeiro a terceira edição do Rio International Open. A competição foi realizada pela primeira vez nesta cidade, em 2008 e, de lá para cá, ganhou o mundo.

Já foram realizadas edições em grandes cidades nos Estados Unidos com o New York Open, Houston Open e Miami Open. No dia 14 de agosto acontece a primeira edição do Las Vegas International Open, no dia 22 do mesmo mês estreia o Chicago Open e em setembro, no dia 4, é a vez do Honolulu Open debutar. E outras novidades vêm por aí:

“Ano que vem realizaremos uma edição na Austrália, ainda sem data definida. Vamos fazer pela primeira vez em Las Vegas e Chicago, em agosto, e voltaremos ao Havaí, local que já recebeu duas edições do Pan. A missão é levar o Jiu-Jitsu pelo mundo através da IBJJF”, comenta Marcelo Araujo, vice-presidente da entidade.

Siriema, como é conhecido, comanda toda a estrutura de campeonatos da IBJJF e CBJJ, é um dos responsáveis pelo padrão de qualidade das competições mundo a fora. A tendência é valorizar ainda mais os chamados “International Open” ao redor do planeta, já que ganham tradição e valem como título internacional.

“Seria difícil fazer um ranking nessa competição, pela dificuldade que muitos teriam de viajar a todas as localidades onde realizamos o evento. Mas pretendemos, no futuro, beneficiar os campeões. Por exemplo, já entrariam numa colocação melhor na chave do Mundial”, conta.
Fonte GracieMAG