Pesquisa personalizada

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Belfort quer Fedor Emelianenko

A participação de Vitor Belfort no Affliction não poderia ser melhor. Nas duas apresentações pela organização o lutador conseguiu nocautear. A seqüência de quatro vitórias lembra o tempo em que passou a ser chamado de "Fenômeno" e o nocaute sobre Matt Lindland, na última apresentação, foi parecido e ainda mais rápido que o de uma de suas lutas mais famosas. Confira a conversa de Belfort com o Portal das Lutas, em que comenta a vontade de enfrentar ninguém menos que Fedor Emelianenko.
Portal das Lutas - O nocaute veio em apenas 37 segundos e deixou o Lindland mal. Esperava que fosse assim?
Vitor Belfort - Fiquei preocupado com ele, foi pesado. A luta era importante e não podia dar mole. Esperava isso do combate, estava treinando para ser assim. Pensava que ele não poderia me botar para baixo de jeito nenhum, que ele não iria conseguir, e que teria que quebrar em cima.
PDL - Você fez alguma preparação especial de trocação para atingir esse desempenho?
VB - Treinei muita parte de trocação com o Ray Sefo e o Shawn Tompkins no tempo que passei na Xtreme Couture. Treinei muito duro lá. Já tinha esquematizado que seria assim mesmo a luta. Ele iria fazer aquele trabalho que ele, Randy Couture e outros caras lá são acostumados. Sabia disso. Iria só esperar a hora de ele chegar. Por mais que você treine bastante, é difícil parar a velocidade, treinar contra a velocidade. Não tem como e, graças a Deus, estava muito afiado.
PDL - O que pode surgir em seu futuro no Affliction? Você pretende lutar em outras categorias de peso do evento?
VB - Na próxima edição sou eu e o Fedor. Vamos ver, pode ser uma das opções. Não teria que subir muito de peso, só não perderia tanto. Lutaria com o meu peso natural mesmo. Perco pelo menos 10 pounds para lutar. Não teria de perder nada e seria uma boa oportunidade.
PDL - O que achou da luta dele (Fedor) contra o Andrei Arlovski?
VB - Se lutar com o Fedor teria que lutar com ele em cima, ganhar dele em cima. Ele ficou quebradinho e o Arlovski estava com a luta na mão.
PDL - O narrador do evento na transmissão em Inglês disse após o nocaute: "O Fenômeno está de volta". O Fenômeno está de volta ou ele sempre esteve aí?
VB - Todo mundo passa por dificuldades, momentos difíceis. Eu tive os meus e nunca deixei de ser quem eu sou. Creio que, com certeza, voltei mais forte. Estou mais maduro, mais veloz, com mais propósitos e com mais razões. Acho que ele sempre esteve lá, mas passei por muita coisa difícil, problemas pessoais, e graças a Deus superei. Graças a Jesus tive força para superar meus problemas e provamos que estou de volta.
PDL - Achou que essa apresentação lembrou a luta contra o Wanderlei Silva, outro combate muito importante na sua carreira?
VB - Você viu a velocidade? Estava muito focado. Lembrou bastante aquela explosão e aquela velocidade.
Fonte Portal das Lutas

2 comentários:

Boca disse...

Eu tambem quero ele, pode manda vim que eu to quente....

Joelis disse...

respeito o Belfort,mas ele não tem nenhuma chance contra o Fedor,alias eu li algum dia uma frase mto interessante sobre o Fedor:

¨Só a uma coisa que pode derrotar o Fedor: o TEMPO¨