Pesquisa personalizada

quarta-feira, dezembro 31, 2008

Quando o Jiu-Jitsu vence o sambô

Professor na Suíça arma equipe para Europeu sem deixar o MMA de lado
Famosa por sua neutralidade, a Suíça também é terra de academias que se posicionam firmemente do lado do bom Jiu-Jitsu, como a BTT-Geneve e a Triangle-Academy (Reyson Gracie JJ).
E é de lá também que manda notícias o faixa-preta Igor Araújo, da Gracie Barra Caveirinha, que em janeiro aporta em Lisboa para o Campeonato Europeu de Jiu-Jitsu: “Luto o Europeu e estou levando 22 alunos para Portugal. Uma semana depois, em 8 de fevereiro, luto na Inglaterra pelo cinturão do evento Strike & Submit, contra o campeão local Peter Irving”.
E o brasileiro chega com moral. Em 12 de dezembro, Igor (12v e 6d) finalizou a fera russa de 77kg Vener Galiev, que ostenta o card de 44 vitórias e 4 derrotas. “Foi o adversário mais tarimbado que já enfrentei, afinal ele é campeão mundial de sambo e faz parte da seleção russa de luta greco-romana”, comentou Igor. “O cara é tão conhecido na Rússia, com tanto nome na Europa que me senti o Rocky Balboa ao lutar na cidade dele. Graças a Deus peguei o braço dele no primeiro round”.
Igor chegou à Europa em dezembro de 2005, pela Holanda, onde morou durante os primeiros meses com o astro do MMA Alistair Overeem. “Eu dava uma força para ele no Jiu-Jitsu, até que recebi a proposta para dar aulas na Suíça, onde estou desde maio de 2006. Foi complicado, cheguei à Holanda com 80kg e treinava com os caras de 100, era costela quebrada, 20 dias sem mexer o pescoço, e nada de dinheiro, uma selva. Aqui na Suíça também não foi fácil, mas dei a volta por cima e hoje tenho mais de 50 alunos, molecada já lutando MMA, Mundial”, relembra.
E encerra explicando por que lutar o Europeu com a decisão de um cinturão tão próxima: “Jiu-Jitsu para mim sempre vai ser um prazer, tenho prazer em lutar, é a melhor coisa do mundo. Treino aqui com o Yan Cabral, que está na correria igual a mim aqui e se joga em tudo, sem vaidade nenhuma. Vejo a galera hoje só indo quando está bem, ninguém luta com unha encravada, dor no pé, e a gente aqui está na correria e sempre se ajudando: dá aula, seminário, luta MMA e se joga em tudo. Como diz o senhor da guerra Sun Tzu: "Na guerra não existe vaidade".
Fonte GracieMAG

Um comentário:

sticker disse...

Although from different places, but this perception is consistent, which is relatively rare point!
nike dunk