Pesquisa personalizada

segunda-feira, dezembro 22, 2008

Marcello Novaes em defesa do Jiu-Jitsu


Além das celebridades dos tatames Fernando Pinduka e Sylvio Behring, o mestre Vinícius Campello recebeu no tatame da Academia Akxe, em sua tradicional cerimônia de entrega de faixas de fim de ano, a presença de seu amigo e ator Marcello Novaes, faixa marrom de Jiu-Jitsu, aluno de Ricardo Jucá (Carlson Gracie), que há algumas semanas foi vítima de uma agressão bárbara por parte de Raphael Adnet Freire Guimarães, o “Sham”, faixa-roxa de Jiu-Jitsu, na saída de uma boate no Rio.

Diante de quase 60 alunos da academia, Marcelo ouviu atentamente ao discurso dos mestres Behring, Pinduka e Campello e, na sequência voltou a falar da covarde agressão que sofreu de um faixa roxa de Jiu-Jitsu. "Eu sequer dirigi a palavra a ele, foi uma agressão bárbara, gratuita e sem chances de defesa. Não quero vingança, mas vou até o final buscando justiça", revelou o ator, que sempre tem tido o maior cuidado em não associar seu incidente com a Arte Marcial em si.

"Pessoas de mau caráter existem em qualquer área. Na medicina, advocacia, por isso tenho tido cuidado de não associar este incidente ao Jiu-Jitsu, que é uma arte que eu amo e pratico há 20 anos. Aliás prefiro nem falar o nome da academia dele, pois acho injusto incriminar um grupo todo pelos erros que uma pessoa cometeu... Fiz questão de vir aqui hoje para alertar a esta garotada nova que está começando sobre a importância de saber usar esta arte maravilhosa que é o Jiu-Jitsu. Acho também que as federações tem que chamar a responsabilidade e penalizar todo atleta federado que for pego brigando na rua", sugeriu o ator, que após a cerimônia fez questão de bater um longo papo conosco onde falou de sua paixão pelo Jiu-Jitsu, dos seus ídolos do MMA e também da única vez que foi obrigado a usar a arte para se defender nas ruas. A entrevista completa você acompanha na edição de janeiro da Revista TATAME.

Fonte TATAME

Um comentário:

Anônimo disse...

apanhou de faixa roxa...